A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Maguari
Pinheiro
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. Bragança (1906-1964)
PINHEIRO (antiga ICOARACI)
Município de Belém, PA
E. F. Bragança - ramal de Pinheiro - km 22,000 (1960)   RS-4158
Altitude: -   Inauguração: 07.01.1906
Uso atual: Centro de Artesanato (2019)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Pinheiro foi aberto em 1906 com 22 quilômetros de extensão, partindo da estação de Entroncamento. Em 1964, em péssimas condições de operação, fechou de vez: o fechamento do ramal foi determinado pela RI-50 emitida pela RFFSA em 27/5/1964.
 
A ESTAÇÃO: A fazenda Pinheiro existia desde 1701. Trocou algumas vezes de dono por venda e herança, e em 1861 ali se instalou a Escola Rural D. Pedro I, a primeira escola agrícola do Pará. Em 1869 foi registrada como povoado e loteada. Em 1895 foi elevada a vila com o nome de Pinheiro.

A ferrovia chegou ali como ramal, inaugurando a estação em 1906: "Em Pinheiro, o Governador mandou assentar uma magnifica ponte metálica (de ferro), em forma de T, com 133 m de comprimento, sendo 100 m com a largura de 3 m e 33 m com a largura de 5 m, na qual há um hangar (também de ferro) de 25 m por 14 m e guindastes que carregam 14 toneladas, para o serviço de descarga de carvão e materiais. O cais e o encontro de alvenaria onde fica a ponte mede 109 m de comprimento e 3 m de largo".

O ramal de Icoaraci (ou de Pinheiro) era especificamente de passageiros. O pessoal vinha trabalhar em Belém e voltava. Saia de lá às 6 horas, para chegar aqui na hora de começar o expediente, às oito. E saia daqui pra lá às cinco, cinco e meia. O trem dormia em Icoaraci. O agulheiro era auxiliar de estação. O nome técnico era “aparelho de mudança de via”. Havia vagão de passageiros de luxo, chamado “carro Dutra”, porque homenageava o Presidente Eurico Dutra. Saia de Belém limpo e no Entroncamento já estava avacalhado (http://memoriasdopara.com.br/a-estrada-de-ferro-de-braganca-o-que-restou-de-uma-grande-ideia/).

Em 1938, tornou-se distrito e em 1943 trocou o nome para
Icoaraci, permanecendo a estação com o nome de Pinheiro até ser desativada em 1964.

O local continua sendo um distrito do município de Belém. A estação ainda estava de pé em 2010. No prédio funciona o COARTI - Cooperativa dos Artesãos de Icoaraci desde 1978 e ficava localizado na rua Padre Júlio Maria, próximo à Praça da Matriz.

"A ex-estação ainda fica na Praça Paes de Carvalho, em frente à rua 8 de Outubro (atual rua Padre Júlio Maria), ao lado da Igreja de São João Batista. O Ramal do Pinheiro tinha 27 Km de extensão e seus trilhos vieram da Europa. O trem em direção a Belém percorria em velocidade de 60 Km/h o trajeto da atual rodovia Augusto Montenegro e então Av. Tito Franco, hoje Almirante Barroso, levando passageiros e mercadorias, e fazia quatro paradas, no Tenoné, Tapanã, Benguí, Una e Entroncamento. Eram quatro carros de passageiros de 1° classe; quatro  de 2° classe; um carro para bagagem; seis gôndolas de aço para carvão; e seis vagonetes para condução de carvão na Ponte do Pinheiro.  A primeira classe oferecia poltronas acolchoadas, enquanto que na segunda classe havia os bancos corridos de madeira. Naquela época só existiam sete ruas no distrito, todas as famílias se conheciam e, quando ouviam o apito do trem lá pela Agulha, os moradores corriam para o entorno da estação, onde eram comercializados picolé, rosca de broa e
artesanato
" (Franssinete Florenzano, 17/11/2014).

Em 25 de junho de 1964 foi determinado o fechamento imediato dos trens de passageiros na ferrovia (RI-105 da RFFSA). Em 28 de dezembro do mesmo ano foi determinado o fechamento definitivo da estrada (DD-187 da RFFSA).

Infelizmente o prédio se encontrava em 2014 em péssimo estado, precisando urgentemente de reforma. Em 26 de dezembro de 2018, a estação foi entregue reformada e entregue como centro cultural.

(Fontes: Paulo C. Santos; Fransinette Florenzano; A Provincia do Pará)

     

A estação de Pinheiro. Data e autor desconhecidos

A estação de Pinheiro. Data e autor desconhecidos

A estação de Pinheiro, provavelmente anos 1970. Autor desconhecido

A estação de Pinheiro, provavelmente já desativada. Data e autor desconhecidos

Ex-estação de Pinheiro em 14/11/2014. Foto Fransinette Florenzano

A estação em 26/12/2018. Foto A Provicia do Pará
     
Atualização: 26.05.2019
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.