A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Linha da E. F. Goiaz
...
General Curado
Engenheiro Castilho
Anápolis
...

IBGE-1957
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Goiaz (1951-1965)
V. F. Centro Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)
ENGENHEIRO CASTILHO
Município de Anápolis, GO
Ramal de Anápolis - km 383,192 (1960)   GO-4048
Altitude: 1.020 m   Inauguração: 02.07.1951
Uso atual: sede de órgãos da Prefeitura Municipal de Anápolis (2009)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1951
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Anápolis, que em realidade deveria se estender até a região da ilha do Bananal, no rio Araguaia, foi aberto em 1935 entre a estação de Leopoldo Bulhões e a cidade de Anápolis. Nunca foi prolongado, e hoje está com tráfego bastante reduzido, com a linha não mais chegando à estação final. Os trens de passageiros foram suspensos, ao que se sabe, já nos anos 1970.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Engenheiro Castilho foi inaugurada em 1951, 16 anos após a implantação do ramal. A estação teria se chamado Faiana antes do nome atual.

Depois de desativada, sabe-se que o prédio da estação foi sede da Prefeitura e onde por anos funcionou a Feira Agroindustrial de Anápolis, ocasião em que unificou todos os órgãos administrativos. A antiga estação então passou a ser o Palácio da Cultura, que também reuniu todas as escolas: arte, música, teatro, dança, dentre outros.

"Fica no meio de um pátio hoje cercado e pertencente à prefeitura municipal. Os trilhos foram festivamente arrancados em 1976. No local até hoje ainda existe uma placa comemorativa da retirada dos trilhos do governo de Irapuan da Costa Júnior, um prefeito que foi nomeado pelo Regime Militar e que foi o único candidato a governador nas eleições (indiretas) de 1974. A estação, reformada e um pouco descaracterizada, já funcionou como prefeitura e hoje foi transformada em "padaria municipal". Nas proximidades dela ainda existem interessantes e grandes galpões, feitos de estrutura e fechamentos metálicos, hoje utilizados pela prefeitura. Tinham uso ferroviário, porém eram de um modelo que eu nunca vi em nenhuma outra estação. O nome é uma homenagem ao Engenheiro Arthur Pereira de Castilho, então Diretor Geral do Departamento Nacional das Estradas de Ferro. Era um defensor do planejamento entre integração das ferrovias e rodovias" (Glaucio H. Chaves, 02/2009).

Prefixo: ECH. Coordenadas: 16°20'15.48"S 48°57'1.10"W

AO LADO: Reportagem de 1963 mostra que o tráfego ficou interrompido na linha entre esta estação e a de Anápolis, sem dar maiores detalhes (Folha de S. Paulo, 5/6/63).

(Fontes: Ernani de Paula; Glaucio H. Chaves; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1958; Guia Levi, 1932-80)
     
   
     
Atualização: 25.07.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.