A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Aracati
Cataguazes
Barão de Camargos
...
Saída para o ramal de Miraí: Cataguazes da E. F. Cataguazes (1895-c.1910)
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1991
...
 
E. F. Leopoldina (1877-1975)
RFFSA (1975-1996)
CATAGUAZES
Município de Cataguazes, MG
Linha do Centro - km 346,403 (1960)   MG-0801
Altitude: 167 m   Inauguração: 31.07.1877
Uso atual: centro cultural (2015)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O trecho entre Porto Novo do Cunha, ponta do ramal de Porto Novo da EFCB em 1871, e a cidade de Ubá foi a própria origem da E. F. Leopoldina. O primeiro trecho foi aberto em 1874, de Porto Novo a Volta Grande, e no ano seguinte os trilhos já chegavam a Santa Izabel (Abaíba). Em 1879, a estrada já atingia Ubá, passando por Cataguazes, e tendo um ramal para a cidade de Leopoldina, esta sim, a origem do nome da ferrovia. Em Ubá, a linha do Centro se juntava com a linha Três Rios-Caratinga. A partir daí, com a compra de outras ferrovias e diversos prolongamentos em várias linhas, a Leopoldina se desenvolveu até ter uma das maiores malhas ferroviárias do País, entrando pelo Estado do Rio de Janeiro, atingindo a então capital federal e também chegando a Vitória, no Espírito Santo. A linha-mestra foi chamada de Linha do Centro e vinha da cidade do Rio de Janeiro por Petrópolis, e mais tarde pela Linha Auxiliar da EFCB, que nos anos 1960 acabou por ser incorporada à rede da Leopoldina. Em 1971, a Leopoldina desapareceu, incorporada de vez pela RFFSA; hoje mais da metade da sua antiga malha viária está desativada. A Linha do Centro somente tem em atividade real para cargueiros basicamente o trecho entre Cataguazes e Porto Novo, enquanto que os trens de passageiros que por ali passavam já não existem desde os anos 1970.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Cataguazes foi inaugurada em 1877, pouco tempo depois de a cidade ter seu nome alterado do original, Santa Rita da Meia Pataca, como chegou a constar nas primeiras

ACIMA: Pátio da estação de Cataguases nos anos 1980. ABAIXO: A estação e a diesel da RFFSA (Fotos Hugo Caramuru).
concessões dadas à E. F. Leopoldina. Em Cataguases, entre 1895 e mais ou menos 1910, existiu outra estação, início da extinta E. F. Cataguazes, ferrovia que, quando comprada pela Leopoldina em 1903, foi transformada em ramal, tendo-se, alguns anos depois,

ACIMA: Estação de Cataguases em 1990 (Foto Hugo Caramuru). ABAIXO: A estação e o Hotel Villas, em junho de 2009 (Foto Ricardo Quinteiro de Mattos).
demolido a estação. Uma das estações mais antigas implantadas pela própria Leopoldina, não tendo sido adquirida de outras ferrovias, a estação de Cataguases até hoje tem o trem de minério da FCA transportando bauxita passando por ela, pelo centro da cidade e pelo meio das suas ruas, dividindo espaço com os

ACIMA: O famoso trem da bauxita, que vinha de Barão de Camargos e seguia para Barão de Angra, RJ, passa em Cataguases em julho de 2015. Ele foi extinto alguns dias depois (31 de julho de 2015) (Autor desconhecido). ABAIXO: Um dos últimos trens de bauxita a passar em Cataguases em agosto de 2015 (Foto Ferrovias e trens/FB).
automóveis, como sói acontecer em diversas cidades mineiras - como se pode ver nas fotos abaixo. O prédio fica no centro da cidade e hoje abriga um centro cultural.
(Fontes: Ricardo Quinteiro de Mattos; Hugo Caramuru; Gutierrez L. Coelho; Ferrovias e trens/FB; Revista da Semana, 1901; Edmundo Siqueira: Resumo Histórico da Leopoldina Railway, 1938; Cyro Pessoa Jr.: Estudo Descritivo das Estradas de Ferro do Brasil, 1886; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80)
     

A estação, foto sem data, mas na época ainda em atividade. Autor desconhecido

A estação e o pátio em 1989. Foto Hugo Caramuru

A estação em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação e o trem de minério da FCA, em 27/12/2004. Foto Gutierrez L. Coelho
   
     
Atualização: 08.09.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.