A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Tupi
Guarani
Piraúba
...
Saída para o ramal de Pomba (1886-1965): Passa-Cinco
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Cia. União Mineira (1883-1884)
E. F. Leopoldina (1884-1975)
RFFSA (1975-1994)
GUARANI
Município de Guarani, MG
Linha de Caratinga - km 252,984 (1960)   MG-1794
Altitude: 400 m   Inauguração: 15.06.1883
Uso atual: estação rodoviária   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: Este trecho da Leopoldina na verdade era uma junção de várias linhas isoladas originalmente, construídas em épocas diferentes. O trecho entre Entre Rios (Três Rios) e Silveira Lobo foi aberto em 1903 e 1904; o seguinte, até a estação de Guarani, ficou pronto em 1883 e havia sido construído e operado pela Cia. União Mineira, até a entrega à Leopoldina, em 1884; o trecho entre esse ponto e Ligação ficou pronto em 1886, enduanto daí para a frente, até Ponte Nova, foi entregue entre os anos de 1879 e 1886. Entre 1912 e 1926, entregou-se a linha até Matipoó (Raul Soares) e finalmente, em 1931, a linha chegou a Caratinga, de onde não passou. Havia um trem de Barão de Mauá, no centro do Rio de Janeiro, para Caratinga, via Petrópolis, todos os dias, desde que a linha completa foi entregue, em 1931. Sem trens de passageiros desde os anos 80 (em 1980 ainda existiam trtens mistos fazendo o serviço de passageiros entre Ubá e Caratinga, vindo de Recreio, na antiga linha-tronco da EFL), a linha foi erradicada em 1994 nos trechos Três Rios-Ligação e Ponte Nova-Caratinga; o trecho intermediário consta até hoje como tendo "tráfego suspenso".
 
A ESTAÇÃO: A estação de Guarani foi inaugurada em 1883 pela Cia. União Mineira, e incorporada, com a linha, pela E. F. Leopoldina em 1884. Ela fazia parte originalmente do ramal de Serraria, desativado em 1904 e com esse trecho da linha incorporado à linha

ACIMA: Na estação de Guarani, os "bons tempos" em 1908 (Autor desconhecido - extraída do livro "Çiana - A saga de um desbravador da Zona da Mata de Minas", de Romildo Dias Moreira, 2003).



ACIMA: Pavoroso desastre entre as estações de Guarani e de Tupi em 1927 - CLIQUE SOBRE A FOTO PARA VER A REPORTAGEM INTEIRA (Revista da Semana, 15/1/1927). ABAIXO: À esquerda, o comboio ferroviário da Leopoldina passa pela cidade de Guarani em 1954 (Autores e edição na fotografia).

Três Rios-Ubá. Foi ponta de linha de 1883 a 1886, quando se abriu o prolongamento da linha para Piraúba e Ubá. A partir de 1886, dessa estação saía o ramal do Pomba, ou de Rio Pomba, suprimido em 01/05/1965. No final dos anos 1930 a estação sofreu reformas e passou a ser considerada de primeira classe (Noite Ilustrada, 29/1/1943). Na linha que passava por Guarani rodaram trens de passageiros até a primeira metade dos anos 1970, e foi suprimida oficialmente somente em 1994, depois de anos sem uso. Hoje funciona como estação rodoviária.
(Fontes: Jorge A. Ferreira; Marcelo Lordeiro; Revista da Semana, 1927; Cyro Deocleciano Pessoa Jr.: Estudo Descriptivo das Estradas de Ferro do Brasil, 1886; Noite Ilustrada, 1943; Edmundo Siqueira: Resumo Histórico da Leopoldina Railway, 1938; Romildo Dias Moreira: Çiana - A saga de um desbravador da Zona da Mata de Minas, 2003; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-1982)
     

A estação, foto sem data. Autor desconhecido

A estação: foto sem data. Acervo Marcelo Lordeiro

A estação de Guarani em 2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação de Guarani em 2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação desativada em 2001. Autor desconhecido

A antiga estação em 4/2011. Foto Pedro Leal Dutra
     
Atualização: 08.08.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.