...
(1945-1977):
Guajuvira
General Lúcio
Balsa Nova
...
a partir de 1977:
Araucária-nova
General Lúcio
Balsa Nova
...

IBGE - 1957
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2009
...
 
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1945-1975)
RFFSA (1975-1996)
GENERAL LÚCIO
Município de Araucária, PR
Variante Pinhais-Eng. Bley - km 151,513 (2000)   PR-2446
Altitude: 865 m   Inauguração: 13.11.1945
Uso atual: moradia (2009)   com trilhos
Data de abertura do prédio atual: 1945
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha unindo Curitiba a Ponta Grossa teve o seu primeiro trecho aberto em 1891, chegando a Ponta Grossa em 1894. Mais ou menos na metade do caminho, a estação de Serrinha, na margem direita do rio Iguassu, dava saída ao ramal de Rio Negro, que seguia para o sul, enquanto a linha de Ponta Grossa seguia para noroeste. Nos anos 1930 e 40, houve algumas modificações no traçado na região de Serrinha, e o entroncamento passou a ser feito na estação de Engenheiro Bley, próximo a Serrinha mas na margem esquerda do rio. No final dos anos 1969, uma variante ligando esta última a Ponta Grossa tirou várias estações da linha; em 1977, a variante Pinhais-Engenheiro Bley tirou mais outras, modificando totalmente o curso do ramal original. No início dos anos 1990, já não sobrava mais nada da antiga linha em seu leito original.
 
HISTÓRICO DA ESTAÇÃO: A estação de General Lúcio foi inaugurada em 1945. Seu nome homenageava o General Emilio Lúcio Esteves. Antes disso, havia ali um desvio, junto a uma
parada de nome Itagassava, que servia para carregamento de lenha que abastecia as
AO LADO: Esquema do pátio em 2000 - CLIQUE PARA VER TODO O TRECHO (ALL: Circular de Instruções Especiais, 2000)
locomotivas. Seu principal fornecedor e responsável pelo desvio era o Sr. Manoel João Ferreira. Na abertura da variante de 1977

ACIMA: A estação de General Lúcio vista do trem especial Curitiba-Ponta Grossa em 21/11/2009. Na linha 1, o cargueiro da ALL aguarda para prosseguir viagem sentido Curitiba. ABAIXO: Em foto também tirada do trem, do pátio da estação pode-se ver a várzea do rio Iguaçu quase encostando na linha e na estação (que está à direita) (Fotos Ralph M. Giesbrecht).
.
(Curitiba-Engenheiro Bley) ficou junto à linha e utilizada como pátio de cruzamentos. Em 2009 a estação servia como moradia e estava surpreendentemente bem conservada. A estação ainda mantinha duas linhas de desvio. Em 2014, fotos mostram que a boa conservação se mantém.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Alexandre Fressato; Paulo Sérgio Zageski; RVPSC: Relatórios anuais, 1940-60; ALL: Circular de Instruções Especiais, 2000)
     

No dia da inauguração da estação, em 1945, com direito a militares e até o arcebispo de Curitiba. Foto dos relatórios da RVPSC

No dia da inauguração da estação, em 1945, as casas da vila e ao fundo, a estação. Foto dos relatórios da RVPSC

Da mesma posição anterior, o mesmo local em 30/03/2003. Foto Paulo Sergio Zageski

A estação em 30/03/2003. Foto Paulo Sergio Zageski

A estação em 30/03/2003. Foto Paulo Sergio Zageski

Placa da estação em 30/03/2003. Note que a placa difere da quilometragem atual. Foto Paulo Sergio Zageski

O trem procedente de Engenheiro Bley passa pela estação em 30/03/2003. Foto Paulo Sergio Zageski

Dístico da estação, tendo abaixo o logotipo da RVPSC, em 30/03/2003. Ao lado, outro aspecto da estação. Fotos Paulo Sergio Zageski

A estação em 21/11/2009. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em 2014. Foto Alexandre Fressato
 
     
Atualização: 08.10.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.