A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Embiruçu
Bernardo Monteiro
Eldorado
...
Saída para o Ramal de Contagem (1911-1964): Contagem
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. Oeste de Minas (1911-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)
BERNARDO MONTEIRO
Município de Contagem, MG
Linha Belo Horizonte-Garças - km 880,451 (1960)   MG-1282
Altitude: 939 m   Inauguração: 01.07.1911
Uso atual: abandonada (2018)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Belo Horizonte-Garças de Minas foi aberta entre 1911 e 1916 pela E. F. Oeste de Minas, ligando a capital a Garças, na época parte da E. F. Goiaz e situada na zona de mineração mineira, próxima a Goiás. Somente em 1920 foi construída a estação prórpia da EFOM na capital. A linha funciona até hoje para cargueiros, tendo sido na década de 1970 o seu início na capital fundido com a Linha do Paraopeba, da Central do Brasil. O seu trecho na região metropolitana de Belo Horizonte recebeu trens de subúrbio por muitos anos, e a partir dos anos 1990 passou a ter a linha do metrô acompanhando de perto a sua linha, que ficou somente para movimento dos trens cargueiros.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Bernardo Monteiro foi inaugurada em 1911 pela EFOM. Dali saía o ramal de Contagem.

"Repare na data gravada na plataforma, 1910. Parece estar abandonada, embora haja ao lado um carregamento ferroviário de sucata do Grupo Gerdau, o que pode dar à estação no mínimo o "status" de posto de controle" (Gutierrez L. Coelho, 06/2004).

Em 2016 estava abandonada: "Contagem adora colocar fotos dessa estação quando falam de patrimônio cultural. Abandonada, tomada por usuários de drogas. O vandalismo nesse lugar se tornou tão grave que desde janeiro, não existe mais o desvio de cruzamento ai. Agora os trens passam direto. Parar trem ai é pedir para ser assaltado, apedrejado e crucificado" (Rafael Nogueira de Morais, 02/2016).


ACIMA: A Dash 9011, ex-Ferronorte, espera o desmonte em um desvio morto no pátio da estação de Bernardo Monteiro, em 2007 (Foto Pedro Paulo Resende).

(Fontes: Ailson Leite; Pedro Paulo Resende; Rafael Nogueira de Morais; Evandro Ribeiro; Gutierrez L. Coelho; Hugo Caramuru; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80)
     

A estação em junho de 1990. Foto Hugo Caramuru

A estação com a diesel à sua frente, em 02/2004. Foto Evandro Ribeiro

A estação em 26/06/2004. Foto Gutierrez L. Coelho

A estação em 26/06/2004. Foto Gutierrez L. Coelho

A estação em 2012. Autor desconhecido

A estação em 8/1/2018. Foto Ailson Leite
     
Atualização: 12.01.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.