A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Pedro Osório
Engenheiro Chaves
Agente Gomes
...

Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Southern Brazilian R. G. do Sul Ry. Co. Ltd. (1884-1905)
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1905-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1975)
RFFSA (1975-1982)
ENGENHEIRO CHAVES
(antiga PASSO DAS PEDRAS)

Município de Capão do Leão, RS
Linha Cacequi-Maritima - km 1.028,367 (1960)   RS-3119
Altitude: 28 m   Inauguração: 02.12.1884
Uso atual: abandonada e em ruínas (2018)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1887
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha foi construída em partes: pela Southern Brazilian Rio Grande do Sul Railway Company Limited, sucessora de uma série de concessões anteriores, a Bagé-Marítima, em 1884. De Cacequi a São Gabriel, em meados de 1896 e de São Sebastião a Bagé, no final do mesmo ano, ambos pela pela E. F. Porto Alegre-Uruguaiana. Em 1900, a união São Sebastião-São Gabriel completaria o trecho Bagé-Rio Grande. Era uma linha de grande utilidade pois transportava gado e charque para o porto do Rio Grande, apesar de, no final do século 19, ter baixo movimento por causa dos altos preços do frete, dos maus serviços e da interrupção do serviço dos trens pela Revolução Federalista. Os trens de passageiros partiam de Livramento, em outra linha, chegavam a Cacequi e dali até Bagé. Em Bagé, havia que se trocar de trem para chegar a Rio Grande. Uma série de variantes foi entregue entre 1968 e os anos 1980 - Pedras Altas, Três Estradas, Pedro Osório, Pelotas - que encurtaram e melhoraram seu traçado, eliminando diversas das estações originais. Até 1982 as linhas ainda transportavam passageiros, quando o serviço foi interrompido devido ao desabamento de uma ponte em Pedro Osorio; uma nova linha foi construída logo depois. O transporte de passageiros retornou algum tempo depois mas com trens mistos, que duraram até meados dos anos 1990.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Passo das Pedras foi inaugurada em 1884.

"No Passo das Pedras existia o sanatório Passo das Pedras que também possibilitava a hospedagem para o veraneio, bem como, várias atividades de lazer, como banhos, passeios e jogos, possibilitando, assim, períodos de sociação e entretenimento" (Dalila Müller e Dalila Rosa Hallal: Viagens de Recreio: as excursões em Pelotas no século XIX, 2008).

Entre os anos de 1966 e 1969, seu nome foi alterado para Engenheiro Chaves.

Em 1994, houve um trem que fez uma viagem entre as estações de Pedro Osório e de Engenheiro Chaves para recolher alimentos (Trem da Fome), que dizia no folheto que o passeio iria até Passo das Pedras, sinal que o nome ainda era utilizado pela população local, embora o dístico já de há muito apresentasse o novo nome.

Em 1997 a estação de Engenheiro Chaves ainda estava estava inteira.

Em 2006, já estava depredada e sem telhado, mantendo, entretanto, seus desvios.

"É um lugar bem bucólico. Esta estação fica na localidade de Passo das Pedras, município do Capão do Leão, a uns 8 km de Cerrito. Nas proximidades da estação existem poucas casas e um grande engenho. De resto é criação de gado e plantações de soja e arroz. É um dos lugares escolhidos pela ALL para cruzamento de trens devido a segurança" (Alfredo Rodrigues, 02/2009).


PASSO DAS PEDRAS NO FINAL DO SÉCULO XIX: Ao Sanatorio Passo das Pedras - Domingo, 25 do corrente. Inauguração deste grande e esplêndido estabelecimento, situado na estação da estrada de ferro a 1 hora de Pelotas, com grande casaria, commodos para famílias veranear, restaurante sob a direcção do arrendatário Innocencio Mendes, bellos jardins, vasta quinta, banhos de rio, água vertente, potreiro para animaes, prado e cancha para corridas, caça e pesca. AVISO - O Restaurante completamente fornecido dos attrativos do estômago serve pelo módico preço de Almoço 1$500 – Jantar 1$500 e estraordinarios pagos em separado pelo preço da cidade. Cavallos e jardineiras para passeio de matto e campo.

1900
AO LADO:
Extraído do Correio Mercantil, 23.11.1900, p. 4.

ACIMA: A estação de Engenheiro Chaves nos anos 1990 (Foto Adalberto Antiqueira).

(Fontes: Alfredo Rodrigues; Adalberto Antiqueira; Arthur Victoria Silva; Dalila Müller e Dalila Rosa Hallal: Viagens de Recreio: as excursões em Pelotas no século XIX, 2008; Correio Mercantil, 1900; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     


A estação em 1997. Foto Alfredo Rodrigues


A estação em 1997. Foto Alfredo Rodrigues

A estação em 1997. Foto Alfredo Rodrigues

Nove anos se passaram e em 04/2006 a estação estava depredada. Foto Arthur Victoria Silva

Nove anos se passaram e em 04/2006 a estação estava depredada. Foto Arthur Victoria Silva

Nove anos se passaram e em 04/2006 a estação estava depredada. Foto Arthur Victoria Silva
     
Atualização: 23.03.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.