A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Sertãozinho-nova
Sertãozinho
Francisco Schmidt
...

ram. de Sertãozinho-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2000
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1899-1971)
FEPASA (1971-1998)
SERTÃOZINHO
Município de Sertãozinho, SP
Ramal de Sertãozinho - km 23,567 (1937)   SP-2843
Altitude: 555 m   Inauguração: 01.08.1899
Uso atual: sede de batalhão da PM (2015)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Sertãozinho foi aberto em 11/08/1899, ligando a estação de Barracão, em Ribeirão Preto, no tronco da Mogiana, à cidade de Sertãozinho. Sete anos depois, em 1906, o ramal foi prolongado até a fazenda do cel. Francisco Schmidt, em Vassoural. Com isso, em 25/11/1906, foi concluído o trecho que iria até Vassoural, onde estava a usina, onde foi inaugurada uma estação com o seu nome. Em 1914, o ramal foi prolongado até a estação de Pontal, da Paulista, onde se interligaria com as suas linhas. Em 1964, o ramal passou a sair da estação de Ribeirão Preto-nova, e Barracão passou a integrar o próprio ramal. Em 1970, a Mogiana assumiu o tráfego do trecho unido ao da Paulista, Pontal-Pssagem, e em 1971, com a criação da Fepasa, o acordo perdeu a razão de ser. Até 1976, correram trens de passageiros no trecho, quando foram suprimidos. Hoje o ramal está abandonado, com promessas de reativação nunca cumpridas pela atual concessionária do trecho, a Ferroban.
 
A ESTAÇÃO: A estação da cidade de Sertãozinho foi aberta em 1899; em 1909, foi ampliada.

Um ano antes, os jornais anunciavam que a estação de Sertãozinho iria ser dotada de luz elétrica... (O Estado de S. Paulo, 8/9/1908) não havia muitas com tal
melhoramento até então.

Em 1986, a estação ainda trocava staff, embora não existissem mais os trens de passageiros naquele trecho; em 2005,, estava desativada e servindo de sede para um batalhão da Polícia Militar.





À ESQUERDA: Incentivos para se embarcar maercadorias no ramal de Sertãozinho. É possível que o ramal de Pontal, da Paulista, muito próximo, estivesse fazendo concorrência severa à Mogiana (O Estado de S. Paulo, 8/6/1910).

ACIMA: Esquema do pátio de Sertãozinho em novembro de 1968 (Clique sobre a figura para ter maiores informações) (Acervo Museu da Companhia Paulista, Jundiaí, SP - Reprodução Caio Bourg). ABAIXO: A estação e diversos vagões-tanque. Anos 1970? (Cultura STZ/Fernando Pereira).

TRENS - Os trens de passageiros pararam nesta estação de 1899 a 1976. Na foto à esquerda, uma litorina está na estação de Pontal, terminal do ramal. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1964 (Guias Levi).







À ESQUERDA: A imprensa da época afirmava que era preferível viajar por estrada de terra até Barrinha, estação do tronco da Cia. Paulista situada a 22 quilômetros de Sertãozinho, do que tomar o trem da Mogiana direto na estação, baldear em Ribeirão Preto e depois em Campinas para chegar a São Paulo (Folha da Manhã, 12/3/1948).

ACIMA: Praça à frente da desativada estação de Sertãozinho, em foto de 13/8/2011 (Foto Rodrigo Flores).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Silvio Rizzo; Fernando Pereira; Rodrigo Cabredo; Belarmino Alcoforado; Cultura STZ; Caio Bourg; Acervo Museu da Companhia Paulista, Jundiaí; O Estado de S. Paulo, 1908 e 1910; Cia. Mogiana: relatórios anuais, 1890-1969; Cia. Mogiana: listagem oficial de estações, 1937; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, por volta de 1910. Album da Mogiana

A estação, sem data. Cultura STZ/Fernando Pereira

A estação nos anos 1970. Foto Belarmino Alcoforado

A estação em 1987, ainda com o pátio cheio de vagões. Acervo Fernando Pereira

A estação em 1987. Acervo Fernando Pereira

A estação de Sertãozinho, em 07/11/1997. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação de Sertãozinho, em 07/11/1997. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação. Foto Rodrigo Cabredo em 09/2001

A estação, ao fundo. Foto Rodrigo Cabredo em 09/2001

A estação em 2005, já como sede do batalhão. Acervo Fernando Pereira

A estação em 2015. Foto Silvio Rizzo
 
     
Atualização: 23.02.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.