A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Barão de Ibitinga
Socorro
...

ramal de Socorro-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1999
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1909-1966)
SOCORRO
Município de Socorro, SP
Ramal de Socorro - km 32,137   SP-2858
Altitude: 740 m   Inauguração: 21.04.1909
Uso atual: museu ferroviário e outros (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1909
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Socorro foi inaugurado pela Mogiana em 1908 até Visconde Soutelo, e em 1909 até Socorro, com quatro estações. Saía de Reversão, uma pequena estação um pouco antes de Monte Alegre, no ramal de Amparo, estação esta que servia para o trem fazer a volta depois de avançar até Monte Alegre e voltar de ré para seguir para Socorro. Foi assim até 16/09/1966, data em que o ramal foi suprimido definitivamente, e os trilhos retirados pouco tempo depois.
 
A ESTAÇÃO: Construída pelo empreiteiro Capitão Mário Rodrigues, a estação de Socorro foi inaugurada em 1909, com a presença do Presidente do Estado e de seus secretários. Sempre foi ponta de
ACIMA: O pessoal da estação de Socorro em 1917: Sentado À esquerda, J. Benedicto, guarda-trem; ao cenro, o chefe da estação e seu filho; À direita, o auxiliar do chefe, B. Rodrigues. Em pé, outros funcionários (O Malho, 31/3/1917).

TRENS - Os trens de passageiros pararam nesta estação de 1909 a 1966. Na foto à esquerda, o trem do ramal está possivelmente próximo a Pedreira. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1964 (Guias Levi).
linha do ramal. Em 16/9/1966, foi definitivamente fechada, no mesmo dia que o ramal de Socorro (*RM-1966). O prédio ainda é o original de 1909, mas com modificações, inclusive na cobertura da plataforma, que mudou ainda no tempo da Mogiana (comparar fotos de 1922 e de 1966, abaixo). Em 2015, tinha poucas modificações

ACIMA: As antigas casas de turma da estação, alinhadas como antes em frente à antiga plataforma de embarque dos trens da Mogiana: muito bem conservadas em 1998, continuam muito bem em 2009 (Foto Ralph M. Giesbrecht, 14/10/1998). ABAIXO: A supressão de duas partes de dois ramais e de um ramal inteiro acabou com o tráfego de trens de passageiros e cargueiros ao mesmo tempo em 16/9/1966 em diversas estações, incluindo a de Socorro (O Estado de S. Paulo, 31/8/1966).

do lado externo; do outro lado do antigo leito sobrevivem, em bom estado, várias casas de turma. As casas de turma continuam, muito bem conservadas, do outro lado da "linha", que foi a estação rodoviária da cidade por muitos anos, até 2014. Até então, quando se andava pelo interior da estação, ainda parecia que o trem iria chegar; era verdade que o piso, os bancos e o guichê de bilhetes eram novos, mas as pessoas continuam esperando transporte, com o bar ao lado... as janelas ainda eram as mesmas, dando um ar nostálgico. Há muitos usos para o prédio restaurado neste ano de 2015, como museu ferroviário, sala de exposições, loja de produtos da cidade.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; A. C. Belviso; Kelso Medici; Adriano Martins; O Malho, 31/3/1917; O Estado de S. Paulo, 1966; Cia. Mogiana: Relatórios anuais, 1890-1969; Cia. Mogiana: Relação oficial de estações, 1937; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Socorro, provavelmente em 1909. Foto cedida por
A. C. Belviso

A estação em 1922. Acervo Ralph M. Giesbrecht

O último trem de passageiros deixa Socorro em 16/09/1966. Foto cedida por Kelso Medici

A estação de Socorro, em 1995. Foto Kelso Medici

Estação, agora rodoviária, de Socorro, em 14/10/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação, agora rodoviária, de Socorro, em 14/10/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação, agora rodoviária, de Socorro, em 14/10/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em 29/04/2007. Foto Kelso Medici

A estação em 19/4/2009. Foto Adriano Martins
     
Atualização: 11.10.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.