São Bento
(Araras, SP)

 

São Bento


Atrás do local em que ficava a estação ferroviária de São Bento, da Cia. Paulista e já demolida, as casas da colônia da fazenda Montevideo aguardam o mesmo fim, em março de 1997. Foto Ralph M. Giesbrecht

Não sei se o vilarejo de São Bento já existia antes de 1885, quando a estação ferroviária foi inaugurada numa linha que passava por ali já havia oito anos. Eram os trilhos da Paulista, do ramal de Descalvado. No início dos anos 20, a estação antiga tornou-se apenas armazém e um prédio maior e mais bonito foi construído, o que denotava o aumento de movimento da vila e das fazendas ao redor. A fazenda São Bento, grande plantadora de café, é citada como uma das maiores da cidade de Araras em 1929. Aparentemente em terras desta ficava a estação, que por sua vez estava muito próxima à divisa com a fazenda Montevideo, haja vista que casas de uma de suas colônias ficavam à frente da fachada da estação. Ao redor desta formou-se a vila, bastante movimentada até os anos 60. A partir daí começou o êxodo, e em 1976 o trem de passageiros deixou de passar por ali, sem que tivessem sido colocadas alternativas de transporte para a população do local. Em meados de 1997, após anos de abandono, os trilhos do ramal foram retirados, sendo que a estação já havia sido demolida alguns anos antes; toda e qualquer esperança de reativação da linha se esvaiu então. Já nessa época não chegava a vinte o número de famílias que ali viviam, de acordo com o que me disse um morador do local. As casas da colônia Montevideo estão abandonadas atrás das ruínas da estação, estas cobertas pelo mato. Perto da vila, hoje cercada pelos canaviais, há um arvoredo onde existe outra colônia abandonada, sem que eu possa saber a que fazenda pertence (1997).

Ralph Mennucci Giesbrecht, abril de 2002

*O atual bairro rural de São Bento fica no município de Araras, na altura do km 180 da via Anhangüera, a leste desta, e a cerca de 1,5 km da rodovia. O acesso a ele é somente por estradas de terra batida que passam por entre canaviais. Em 1997 era servido por uma linha de ônibus que passava uma vez por dia apenas, levando a Araras. Fontes: o próprio autor; relatórios da Cia. Paulista.

página inicial

Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo


contato com o autor do site


O mapa acima, de cerca de 1956, mostra, no norte do município de
Araras, SP, a estação de São Bento, a fazenda e a colônia Montevideo.
outra colônia existia atrás da estação, como mostram as fotos
abaixo. (IBGE, 1958)



Anas quatro fotos de cima, a rua que aparece na foto passava na frente
da entrada da estação de São Bento, que estaria à esquerda. As casas
que aparecem são todas da antiga Colônia Montevideo. As fotos são do
autor, em 1996 e 1997.

As fotos da estação, abaixo, são de Filemon Peres (1917), do Relatório das Instalações
Fixas da Fepasa (1986) e de Ralph M. Giesbrecht (1997):



Acima, à esquerda, a primitiva estação ferroviária de São Bento, c. 1917; em 1922,
ela virou armazém e um prédio foi construído ao seu lado para ser a nova estação.
E;es conviveram juntos, e em 1986, dezoito anos depois do fechamento, ambos
estavam abandonados ao longo de uma linha já quase em desuso. Em 1997, ambas
as construções já haviam desaparecido; no meio do matagal, restos da plataforma.



Próximo à vila de São Bento, a, digamos, 300 metros dali, o paraíso abandonado: esta sim, uma cidade-fantasma, com mato crescendo sobre o telhado da casa e poços secos no meio da rua. Uma tristeza. O nome do local é para mim desconhecido: não encontrei ninguém por ali para perguntar. Seria também da fazenda Montevideo? As casas da colônia mostradas nas fotos mais acima estào, entretanto, do outro lado da vila e do leito da antiga via férrea da Paulista. Fotos do autor, em 1996

Para saber masi sobre a estação ferroviária de São Bento, clique aqui