A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG

Pátio de Porto Novo do Cunha
 
E. F. Central do Brasil
rotunda de PORTO NOVO DO CUNHA
Município de Além Paraíba, MG
     
Uso atual: depósito    
 
ROTUNDAS são depósitos de locomotivas de forma circular ou semi-circular: variam geralmente de prédios construídos em 90 graus até prédios totalmente circulares, construídos em 360 graus. A distribuição das locomotivas para cada baia é feita por um girador, movido na maioria das vezes manualmente. Estes giradores são trilhos que giram dentro de um círculo com um poço, cujos trilhos são apontados para a baia que receberá a máquina. Não confundir girador (ou virador, ou giramundo) com rotunda.
 
Rotunda de Porto Novo do Cunha - 360 graus

ACIMA: Vista da rotunda e pátio de Porto Novo do Cunha no final do século XIX (Foto Marc Ferrer, reproduzida do livro Nos Trilhos do Progresso, de Pedro Karp Vazquez, 2007).
ACIMA: A rotunda em 1988 (Foto Eduardo Coelho) e ABAIXO: A rotunda em 2009 (Foto Jorge A. Ferreira). Notar como já cresceram as construções em volta, em 21 anos.

ACIMA: Interior da rotunda em 1988 (Foto Eduardo Coelho).
A rotunda de Porto Novo do Cunha data do século XIX e foi construída pela E. F. Dom Pedro II (depois Central do Brasil), provavelmente na mesma época de abertura da estação e pátio do mesmo nome, em 1871 Mais tarde, com a redução de bitola da linha onde estava (de 1,60 m para métrica, em 1911), passou a ser utilizada cada vez mais pela Leopoldina. Embora em péssimo estado de conservação, continua sendo utilizada. Em 14 de março de 2008, três boxes da rotunda desabaram devido à chuva e por estarem em precaríssimo estado.
(Fontes: Eduardo Coelho; Gutierrez L. Coelho; Jorge A. Ferreira; Valério Franco; Pedro Karp Vazquez: Os trilhos do Progresso, 2007)
     

Exterior da rotunda em 1988. Foto Eduardo Coelho

Interior da rotunda em 1988. Foto Eduardo Coelho

O desabamento da rotunda em 2008. Foto Valério Franco

A rotunda em 29/12/2010. Foto Gutierrez L. Coelho

A rotunda em 29/12/2010. Foto Gutierrez L. Coelho
 
     
Atualização: 24.12.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.