A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Coutos
Paripe
Macacos
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2005
...
 
E. F. Bahia ao São Francisco (1860-1911)
Cia. Chemins de Fer Federaux du L'Est Brésilien (1911-1935)
V. F. F. Leste Brasileiro (1935-1975)

RFFSA (1975-1996)
CBTU (1996-2013)
PARIPE
Município de Salvador, BA
Linha tronco - km 13,509 (1960)   BA-2397
    Inauguração: 28.06.1860
Uso atual: estação de trens metropolitanos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1981
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da Viação Ferrea do Leste Brasileiro (VFFLB) era a linha original da E. F. Bahia ao São Francisco, aberta entre 1860 e 1863 e ligando a estação da Calçada, em Salvador, à de São Francisco, em Alagoinhas, ainda bem longe do rio do mesmo nome. Esta linha foi incorporada pelo Governo baiano em 1903, repassada a outros concessionários até que em 1911 foi entregue à concessão da Cia. Chemins de Fer Federaux du L'Est Bresilien, de capital francês. Em 1935, a VFFLB foi criada pelo Governo para ficar com o acervo dos franceses, já sem interesse de mantê-la. Em 1975 foi definitivamente incorporada pela RFFSA como uma de suas divisões, depois de ter sido uma das constituintes desta, em 1957. O último trem de passageiros de longo percurso passou pela linha nos anos 1980, e hoje (2005) trafegam, no trecho Calçada-Paripe, apenas trens elétricos metropolitanos, ainda sob a batuta da CBTU. Hoje todas as linhas baianas que sobram em atividade estão sob a concessão da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).
 
A ESTAÇÃO: A estação de Paripe foi inaugurada em 1860 com o nome de Olaria. O prédio atual foi construído muito depois, específico para os trens de subúrbio. Paripe é hoje a última estação, o ponto final dos trens suburbanos tocados pela CBTU. A

ACIMA: Vale do Paripe. À esquerda, supostamente, o pátio da estação original de Paripe (Gravura do Illustrated London News, 20/10/1860). ABAIXO: Trem da CBTU parado em Paripe (Foto Vagner Costa, dezembro de 2008).
linha de subúrbios entre as estações de Lobato e do Paripe corre sempre junto ao mar e é um trajeto muito bonito. Paripe, bem como várias estações do trecho, era zona de veraneio até os anos 1960/70; hoje é um bairro popular. Em 1992, o tempo de percurso entre Calçada e Paripe era de 25 minutos, com trens velhos elétricos que corriam a 35 km/hora. As linhas são duplas já desde

ACIMA: Localização da estação de Paripe- a linha é o traço preto no mapa. CLIQUE SOBRE A FIGURA PARA VER O PERCURSO INTEIRO (Mapa de Salvador - Universidade Católica de Salvador, 2000).
os anos 1940. Originalmente, aliás, a linha tinha a bitola de 1,60m, mas nos anos 1910 passou para bitola métrica. Houve épocas em que esse subúrbios corriam até a estação de Simões Filho. Santurian afirma que isso ocorreu até 1972. Em 1978, o Guia Levi mostra um trem Salvador a Candeias com dois horários diários. Em 1981, a estação atual foi construída substituindo a anterior.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Alexandre Santurian; Vagner Costa; Universidade Católica de Salvador; Illustrated London News, 1860; Cyro Deocleciano R. Pessoa Jr.: Estudo Descritivo das Estradas de Ferro do Brazil, 1886; RFFSA: Relatório da SR-7, 1984; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-84)
     

A linha após a estação, sentido Aratu, abandonada. Foto Ralph M. Giesbrecht em 16/01/2005

A estação de Paripe vista do portão que fecha a linha. No pátio, o trem da CBTU aguardando partida. Foto Ralph M. Giesbrecht em 16/01/2005

A estação de Paripe com o trem da CBTU aguardando partida. Foto Ralph M. Giesbrecht em 16/01/2005

Entrada da estação de Paripe em 12/2008. Foto Vagner Costa
   
     
Atualização: 04.08.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.