A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Rio Fundo
Irapiranga
Escurial
...

Linha Norte em Sergipe (1940)
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Cia. Chemins de Fer Federaux du L'Est Brésilien (1913-1935)
V. F. F. Leste Brasileiro (1935-1975)
RFFSA (1975-1996)
IRAPIRANGA (antiga ITAPORANGA)
Município de Itaporanga d'Ajuda, SE
Linha Norte - km 382,198 (1960)   SE-4114
Altitude: 42 m   Inauguração: 1914
Uso atual: loja de artesanato (2008)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: Inicialmente chamado de ramal de Timbó, a linha que ligaria a estação de São Francisco, em Alagoinhas, a Sergipe foi aberta em 1887 até a localidade de Timbó, atual Esplanada. Dali para a frente foi sendo prolongada aos poucos a partir de 1908, atingindo Aracaju em 1913, Cedron em 1915 e Propriá somente em 1956, às margens do rio São Francisco. Para se ligar com a linha vinda do Recife naquele ponto, então, somente nos anos 1970, quando a ponte sobre o rio foi construída permitindo a interligação ferroviária direta com o Nordeste.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Irapiranga foi inaugurada em 1914, com o nome de Itaporanga, na continuação da então linha do Timbó, que desde 1887 não era prolongada. É um município muito antigo, criado em 1854. Em 1944, atingido pela legislação federal que proibia duplicidade de nomes, passou a se chamar Irapiranga. A partir de 1° de janeiro de 1949 adotou a denominação de Itaporanga d’Ajuda por força de Lei estadual. A estação, no entanto, manteve o nome de Irapiranga e até hoje o mantém em seu dístico. O prédio ainda estava de pé em 2008 e era usado como loja de artesanato.

ACIMA: Localização da estação de Irapiranga como estação central de Itaporanga d'Ajuda (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. n, 1960).
(Fontes: IBGE; Guia Geral de Estradas de Ferro do Brasil, 1960; acervo Sud Mennucci)
     

A estação em 2008. Autor desconhecido
   
     
Atualização: 21.11.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.