A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Mirandiba
Fernandes Vieira
Arlindo Luz
...

Linha Centro - 1950
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Rede Ferroviária do Nordeste (c.1963-1975)
RFFSA (1975-1996)
FERNANDES VIEIRA
Município de Mirandiba, PE
Linha Centro - km 576 (1965)   PE-3418
    Inauguração: c.1963
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro Central de Pernambuco foi aberta em 1885, de Recife a Jaboatão, pela Great Western do Brasil, empresa inglesa que mais tarde viria a incorporar quase todas as ferrovias de Pernambuco, estendendo-se pelos Estados limítrofes. Aos poucos, a linha foi sendo estendida, somente chegando ao seu extremo, em Salgueiro, no ano de 1963, sem se entroncar com linha alguma na região. Antes disso, em 1950, a União incorporou a rede da Great Western, que passou a se chamar Rede Ferroviária do Nordeste. A EFCP passou a se chamar Linha Centro. Esta linha, que como toda a RFN passou a ser controlada pela RFFSA a partir de 1957, passou a ser operada por esta a partir de 1975. Em 1983, os trens de passageiros foram suprimidos e mantidos apenas no trecho entre Recife e Jaboatão, como trens de subúrbio. Atualmente (2005), de Jaboatão para a frente, a linha está abandonada, sem movimento ferroviário por parte da CFN, concessionária da linha desde 1997.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Fernandes Vieira foi inaugurada entre os anos de 1963 e 1965. Pela foto, parece perdida no meio de nada. Segue o mesmo estilo das estações construídas no trecho Serra Talhada a Salgueiro. Estava abandonada em 2002. Trem algum passa por ali já há anos.
(Fontes: Jorge A. Ferreira; Sydney Correa; Luiz Ruben F. de A. Bonfim; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação nos anos 1960. Autor desconhecido

A estação, em 2002. Acervo Luiz Ruben F. de A. Bonfim
 
     
Atualização: 25.09.2011
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.