A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Adamantina
Florida Paulista
Parada Atlântica
...

Tronco oeste CP-1970

IBGE-1973
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 1977
...
 
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1959-1971)
FEPASA (1971-1998)
FLORIDA PAULISTA
Município de Florida Paulista, SP
Linha-tronco oeste - km 626,197   SP-0828
Altitude: 433,163 m   Inauguração: 25.05.1959
Uso atual: abandonada (2016)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1959
 
 
HISTORICO DA LINHA: O chamado tronco oeste da Paulista, um enorme ramal que parte de Itirapina até o rio Paraná, foi constituído em 1941 a partir da retificação das linhas de três ramais já existentes: os ramais de Jaú (originalmente construído pela Cia. Rio-clarense e depois por pouco tempo de propriedade da Rio Claro Railway, comprada pela Paulista em 1892), de Agudos e de Bauru. A partir desse ano, a linha, que chegava somente até Tupã, foi prolongada progressivamente até Panorama, na beira do rio Paraná, onde chegou em 1962. A substituição da bitola métrica pela larga também foi feita progressivamente, bem como a eletrificação da linha, que alcançou seu ponto máximo em 1952, em Cabrália Paulista. Em 1976, já com a linha sob administração da FEPASA, o trecho entre Bauru e Garça que passava pelo sul da serra das Esmeraldas, foi retificado, suprimindo-se uma série de estações e deixando-se a eletrificação até Bauru somente. Trens de passageiros, a partir de novembro de 1998 operados pela Ferroban, seguiram trafegando pela linha precariamente até 15 de março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Florida Paulista foi inaugurada em 1959 no antigo povoado de Aguapeí do Alto, patrimônio fundado por diversos imigrantes em 1941, com a derrubada das matas existentes e já na espera dos trilhos dos planos da Cia. Paulista de Estradas de Ferro - que, no final, somente o alcançaram em 1959, quando a localidade, já com o nome atual, já era município havia já 11 anos então e já tinha até uma estação rodoviária (desde 1949).

A ferrovia esteve presente com seus trens de passageiros até o ano 2000.

Em março de 2001, quando esses trens foram extintos por uma desinteressadíssima Ferroban, eles já não passavam por ali desde o final do ano anterior (embora isso, por contrato, não pudesse ocorrer). A estação, que já estava fechada havia pelo menos um quinquênio, funcionava apenas como parada - quando algum passageiro ainda se aventurasse a desembarcar ou embarcar ali. Já em outubro de 2001, sua descrição não era nada animadora:

"É uma estação de alvenaria, abandonada, servindo de ponto para usuários de drogas, como pude constatar pessoalmente. Ao chegar lá, avistei uma pessoa fumando maconha dentro da estação" (Fábio Vasconcelos, 12/10/2001).

A descrição de 2001 ainda servia, infelizmente, para novembro de 2008, quando Rafael Correa esteve por lá fotografando: o abandono continuava e o descaso era grande. Próximo à estação e à linha ele encontrou uma estrutura de metal, abandonada, claro (ver mais abaixo
), que parecia ter sido utilizada no carregamento de grãos nos trens, no tempo em que a ferrovia ainda tinha algum interesse neste tipo de carga em Florida. O pátio ferroviário ficava localizado fora - ou nos limites - da área urbana da pequena cidade de apenas 11.000 habitantes espalhados pelo município todo, o que contribuía para o seu esquecimento. Continuava abandonada em novembro de 2016.
ACIMA: Já a diesel, provavelmente anos 1960, mas ainda com carros de madeira, o trem da Paulista em Florida Paulista (Foto Jovani Garcia). ABAIXO: Uma parada na estação de Florida Paulista em 1 de janeiro de 1993, o trem da FEPASA com a pintura "Ave-Maria" espera embarque (Foto Carlos R. Almeida).


AO LADO: Carregador de grãos, em 11/2008 (Foto Rafael Correa).

ACIMA: A desolação chama a atenção num pátio totalmente esquecido e abandonado na estação de Florida Paulista (Foto Mario Favaretto, 22/5/2010).

(Fontes: Carlos R. Almeida; Silvio Rizzo; Mario Favaretto; Jovani Garcia; Fabio Vasconcellos; Hermes Y. Hinuy; Rafael Corrêa; Artur V. da Silva; Cia. Paulista: relatórios anuais, 1920-69; O Estado de S. Paulo, 27/8/1949); IBGE, 1973; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Florida Paulista, em foto de 21/12/1993. Foto Hermes Y. Hinui

A estação em 12/10/2001. Foto Fabio Vasconcelos

A estação em 12/10/2001. Foto Fabio Vasconcelos

A fachada da estação, em 30/12/2001. Foto Hermes Y. Hinuy

A plataforma da estação, em 30/12/2001. Foto Hermes Y. Hinuy

A estação em 04/2006. Foto Artur V. da Silva

A estação, ainda abandonada em 11/2008. Foto Rafael Correa

A estação, ainda abandonada em 12/11/2016. Foto Silvio Rizzo
 
     
Atualização: 13.11.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.