A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Vila Mara-Jardim Helena
Itaim
Jardim Romano
...

variante de Poá - 1970
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2009
...
 
E. F. Central do Brasil (1926-1975)
RFFSA (1975-1994)
CPTM (1994-)
ITAIM
Município de São Paulo, SP
Variante de Poá - km 477,444 (1960)   SP-2131
Altitude: 737 m   Inauguração: 07.02.1926
Uso atual: estação de trens metropolitanos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 2008
 
 
HISTORICO DA LINHA: A variante de Poá, também chamada de variante de Calmon Viana, teve a construção iniciada em 1921, mas a linha foi aberta somente em 1/1/1934, depois de uma interrupção de oito anos nas obras. Ela tinha um traçado mais suave em termos de curvas e aclives quando comparada com a linha original que seguia de Poá ao Tatuapé, no ramal de São Paulo, daí sua construção. Começava na estação de Calmon Viana e terminava na Sexta Parada (Eng. Gualberto) do ramal de São Paulo. Com o tempo, foi se transformando em linha de trens de subúrbio, os trens metropolitanos de hoje, e é uma das linhas mais movimentadas da CPTM em São Paulo, embora com os piores trens.
 
A ESTAÇÃO: A estação do Itaim foi inaugurada oficialmente, como as outras do ramal, em 1926, mas somente foi aberta ao tráfego em 1/1/1934. Antes mesmo de a estação ser aberta ao tráfegp, mais precisamente em 7/7/1925, o IHGSP (Instituto Histórico e Geográfico) pedia a mudança do nome da ainda projetada estação, de Itahym para Biacica: "a denominação de Itahim é imprópria, pois o ribeiro com este nome fica bastante distanciado do lugar em questão, ao passo que Biacica é nome já consagrado pelo uso e pelo tempo" (Jesus Matias de Melo: Itaim Paulista, São Paulo,

ACIMA: Estação do Itaim, anos 1960 (Autor desconhecido).
2004
). Biacica era o nome de uma capela - qua ainda existe - muito antiga e que ficava mais próxima à estação do que o tal córrego, que não era o atual córrego Itaim, mas sim um afluente do rio Guaió, mais distante. Enfim - a mudança não foi feita. O fato é que nem vila ainda existia por ali. Mesmo a inauguração da Estrada de Rodagem São Paulo-Jacarehy, em 1922, e a Variante da Central do Brasil, esta em 1934, não estimularam, a princípio, o crescimento populacional do bairro. Somente em 1940, com a inauguração oficial da Cia. Nitro Química, em São Miguel, e em 1941, da Celosul, em Ermelino Matarazzo, e portanto a possibilidade de empregos fáceis nas duas indústrias, além do preço baixo dos imóveis, começou a nascer o interesse pelo bairro. A estação recebeu em 01/03/1962 o último trem a vapor da linha,
ACIMA: Em 1942, o anúncio acima jé seria um reflexo da recente abertura das fábricas no bairro, como a Nitro-Química e a Celosul. Pelas características, no entanto, a região tornar-se-ia por algum tempo refúgio de lazer para paulistanos (Folha da Manhã, 22/7/1942). ABAIXO: No centro da fotografia, um pouco à direita, a velha estação do Itaim aparece, ainda de pé, esperando a demolição, em 1978. Obras em volta mostram a construção da nova, que seria aberta no ano seguinte. Hoje (maio de 2008), o prédio que estava sendo construído nessa fotografia também já foi demolido e substituído por um novo (Autor desconhecido).

que fez o percurso Roosevelt-Itaim. Em 6/3/1979, um novo prédio foi inaugurado para a estação do Itaim (Revista Ferrovia no.65, 1979). Ela atende hoje à linha metropolitana com os trens mais antigos do sistema. Em 2006, o prédio foi demolido e outro estava sendo construído. A estação funcionou em plataforma provisória até que, em 24 de maio de 2008, foi aberto o novo prédio que a substituiu pela segunda vez.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Daniel Gentili; Leonel Fraga de Oliveira; Jorge Ferreira; Ricardo da Corte; William Gimenez; Jesus Matias de Melo: Itaim Paulista, São Paulo, 2004; EFCB: relatório anual, 1926; Revista Ferrovia, 1979; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação original do Itaim nos anos 1920, quando estava inaugurada mas não funcionava. Foto de relatório da EFCB, cedida por Jorge Ferreira

A estação do Itaim, em 1962, no dia em que circulou o último trem a vapor nos subúrbios. Notar que já existia uma cobertura de plataforma de concreto. Foto cedida por Ricardo da Corte

A estação do Itaim, no dia da inauguração do novo prédio, em 6/3/1979. Foto revista Ferrovia no. 65, 1979

Estação de Itaim, anos 1990. Foto cedida por William Gimenez

Estação novíssima do Itaim, em maio de 2008, já inaugurada. Foto Leonel Fraga de Oliveira
 
     
Atualização: 16.12.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.