A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Cinco Pontas
Boa Viagem
...

Linha Sul (1940)
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 1996
...
 
E. F. Recife ao São Francisco (1858-1901)
Great Western (1901-1950)
Rede Ferroviária do Nordeste (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
CINCO PONTAS
Município de Recife, PE
Linha Sul - km 0   PE-3089
    Inauguração: 10.02.1858
Uso atual: estação inicial dos trens suburbanos do Recife   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Sul, ou Recife-Maceió, é uma junção de três ferrovias: a E. F. Recife ao São Francisco, aberta entre 1858 e 1862 (foi a segunda ferrovia a ser aberta no Brasil), a E. F. Sul de Pernambuco, entre 1882 e 1894 e a E. F. Central de Alagoas, aberta em trechos entre 1871 e 1884, arrendada em 1880 à The Alagoas Railway Co. A primeira ligou Recife a Una (hoje Palmares), a segunda Una a Imperatriz (hoje União dos Palmares) e a terceira, Imperatriz a Maceió. Em 1901, a Great Western do Brasil Railway Co., empresa inglesa, ganhou a concessão das duas primeiras e, em 1903, a da última, unindo as linhas e diminuindo a bitola da primeira, em 1905, de 1.60 m para métrica. Em 1950, o Governo da União encampou a Great Western, transformando-a na Rede Ferroviária do Nordeste (RFN), que passou a ser um das subsidiárias da RFFSA em 1957 e que foi finalmente incorporada em uma de suas superintendências regionais em 1975. Finalmente, em 1997, foi cedida em concessão para a CFN - Cia. Ferroviária do Nordeste. Os trens de passageiros seguiram até os anos 1980. Somente sobram hoje os trens de subúrbio de Maceió e de Recife, que percorrem as duas pontas da linha.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Cinco Pontas foi inaugurada em 1858. Seu nome derivou do forte das Cinco Pontas, bem próximo a ele.
ACIMA: Mapa do município de Recife nos anos 1950. A linha Recife-Maceió da RFN (linha Sul) parte para o sul. A linha para Natal, para nordeste no sentido de São Lourenço da Mata. A linha Centro (ex-Central de Pernambuco) parte para oeste, para Jaboatão. A ligação Sul liga Tijipió a Boa Viagem, ou melhor, a linha Centro à Sul. (Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, IBGE, volume IV, 1958). ABAIXO: Trem metropolitano saindo da estação de Cinco Pontas. Anos 1980? (Sindicato dos Metroviários de PE).
"Na 1a secção, a qual se estende da cidade do Recife à vila do Cabo, tem-se feito o serviço com mais ou menos regularidade desde 10 de fevereiro do ano passado (1858), em que foi aberto ao trânsito público (...) Essa mesma parte da linha, porém, não se pode com rigor considerar terminada, pois que as estações são todas ainda provisórias, e por diversas razões nem princípio se deu às definitivas" (Do relatório do ministério do Império de 1859). "A estação central fora montada, provisoriamente, na esplanada das Cinco Pontas, velho fortim holandês, de forma pentagonal - que também teve o nome de Frederick Hendrik - porquanto era pressuposto que uma estação de tal ordem deveria ocupar um local mais próximo do centro da cidade" (Uma Estrada de Ferro do Nordeste, E. Pinto, 1949). Com a desativação da estação, a ferrovia para Maceió (linha Sul) passou a sair da estação Central, da antiga Central de Pernambuco. A velha estação foi, então, demolida. Cinco Pontas continuou nomeando um depósito da ferrovia. Nos últimos anos, Cinco Pontas, reconstruída, tornou-se a estação de saída dos trens de suburbio que seguem para o Cabo.
(Fontes: Coaraci Camargo; Daniel Gentili; Ministério do Império: Relatório, 1859; www.brasilchannel.com.br/capitais/index.asp; Eduardo Cortes e Cláudia Maria Rodrigues de Lima: Da Great Western ao Metrô do Recife, 2005; Sindicato dos Metroviários de PE; E. Pinto: Uma Estrada de Ferro do Nordeste, 1949; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, volume IV, 1958; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-82; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Parte da estação de Cinco Pontas, no início do século XX. Autor desconhecido
   
     
     
Atualização: 11.12.2011
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.