A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Florestal
Igarapeba
Peri-Peri
...

Linha Sul (1940)
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Sul de Pernambuco (1884-1901)
Great Western (1901-1950)
Rede Ferroviária do Nordeste (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
IGARAPEBA (antiga BARRA)
Município de São Benedito do Sul, PE
Linha Sul - km 175 (1960)   PE-3993
Altitude:   Inauguração: 07.06.1884
Uso atual: moradia   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Sul, ou Recife-Maceió, é uma junção de três ferrovias: a E. F. Recife ao São Francisco, aberta entre 1858 e 1862 (foi a segunda ferrovia a ser aberta no Brasil), a E. F. Sul de Pernambuco, entre 1882 e 1894 e a E. F. Central de Alagoas, aberta em trechos entre 1871 e 1884, arrendada em 1880 à The Alagoas Railway Co. A primeira ligou Recife a Una (hoje Palmares), a segunda Una a Imperatriz (hoje União dos Palmares) e a terceira, Imperatriz a Maceió. Em 1901, a Great Western do Brasil Railway Co., empresa inglesa, ganhou a concessão das duas primeiras e, em 1903, a da última, unindo as linhas e diminuindo a bitola da primeira, em 1905, de 1.60 m para métrica. Em 1950, o Governo da União encampou a Great Western, transformando-a na Rede Ferroviária do Nordeste (RFN), que passou a ser um das subsidiárias da RFFSA em 1957 e que foi finalmente incorporada em uma de suas superintendências regionais em 1975. Finalmente, em 1997, foi cedida em concessão para a CFN - Cia. Ferroviária do Nordeste. Os trens de passageiros seguiram até os anos 1980. Somente sobram hoje os trens de subúrbio de Maceió e de Recife, que percorrem as duas pontas da linha.
 

A ESTAÇÃO: A estação de Igarapeba, da E. F. Sul de Pernambuco, foi inaugurada em 1884 com o nome de Barra, nome que manteve até os anos 1940. Foi construída no local chamado Barra da Jangada, que, em 1916, já se chamava Vila Manuel Borba. Hoje fica no distrito de Igarapeba, pertencente a São Benedito do Sul. Os nomes citados antes devem ser nomes anteriores do distrito - como mudam os nomes neste país, Deus do Céu! O prédio parece estar servindo hoje como moradia, de acordo com a fotografia tirada por Claudio Vitoriano, em 2007. Na enchente de 19 de junho de 2010, a estação sobreviveu, mas havia erosão a poucos metros dela - já os trilhos da linha ficaram totalmente retorcidos.
(Fontes: Claudio Vitoriano; O Malho, 1916; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)

     

A estação em 1916. O Malho, 18/5/1916

A estação em 2007. Foto Claudio Vitoriano

A estação em 2007. Foto Claudio Vitoriano
   
     
Atualização: 31.03.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.