A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações da linha
...
Ijaci
Macaia-nova
Varadouro
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1997)
MACAIA-NOVA
Município de Bom Sucesso, MG
Linha Lavras-Divinópolis - km 405,500   MG-1774
Altitude: -   Inauguração: 29.10.1965
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1965
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha que ligava as estações de Aureliano Mourão e Ribeirão Vermelho foi construída em bitola de 76 cm e entregue em 1888, e um de seus nomes era linha de Divinópolis pois ligava Lavras e Ribeirão Vermelho a essa cidade através da linha do Paraopeba da EFOM. Em 1/5/1966 essa linha foi desativada entre o km 20 e Ribeirão Vermelho com a construção de uma nova linha em bitola métrica entre Lavras e esse ponto. O restante da linha está ativo até hoje com bitola métrica.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Macaia-nova foi aberta em 1965 na variante em bitola métrica que substituiu o trecho Álvaro Botelho-Aureliano Mourão de 76 cm de bitola (*Relatório "Substituição de

Vagões e carro abandonados em Macaia em 2014 (Foto Anderson Nascimento). ABAIXO: O engenheiro José Alfredo Unes da RFFSA em Macaia no ano de 1979. Seria essa construção em madeira e sem plataforma a estação de Macaia-nova? (Foto: Cesar Mori).
Linhas Férreas Antieconomicas
"). A quilometragem acima é da época da abertura da linha, citada por R. R. Coimbra. A estação, que era de madeira (*Ricardo Resende Coimbra: Uma Viagem pelos Trilhos da Centro-Oeste, Novo Mundo Editora, 2009), já foi

ACIMA: Construção da ponte próxima à estação de Macaia-nova, sobre o rio Grande, na primeira metade dos anos 1960 (Acervo Jonas Augusto M. de Carvalho). ABAIXO: Foto mostrando a ponte sobre o rio Grande e a cidade de Macaia. A seta indica onde está situado o atual pátio de Macaia. Quando havia a linha da bitolinha ligando Ribeirão Vermelho a Aureliano Mourão, a estação de Macaia ficava á esquerda da foto, no nível pouco acima do rio Grande, ou seja, a linha passava embaixo dessa ponte atual (Explanação e foto Ricardo Resende Coimbra, 2010).
demolida e seu pátio fica fora da cidade, como era de se esperar de uma variante construída há relativamente pouco tempo passando por uma cidade já existente. Já em 1978, Macaia não tinha mais desvios. Isso significa que, com o fim dos trens de passageiros, nem o pátio nem a estação (já demolida) servem para coisa alguma hoje. (Veja também MACAIA)
(Fontes: Jonas Augusto M. de Carvalho; Cesar Mori; Carlos Miguez; Ricardo Resende Coimbra: Uma Viagem pelos Trilhos da Centro-Oeste, 2009; Substituição de Linhas Férreas Antieconomicas, anos 1960; Guias Levi, 1960-1980)
     
 
     
Atualização: 14.03.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.