A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
São Vicente de Minas
Minduri
Traituba
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Oeste de Minas (1912-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1997)
MINDURI
(antigas PAIOL e ANDRADINA)
Município de Minduri, MG
Linha-Tronco - km 289,247 (1960)   MG-2794
Altitude: 915 m   Inauguração: 15.06.1912
Uso atual: Centro Cultural   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da RMV foi construída originalmente pela E. F. Oeste de Minas a partir da estação de Ribeirão Vermelho, onde a linha de bitola de 0,76 chegou em 1888. A partir daí, a EFOM iniciou seu projeto de ligar o sul de Goiás a Angra dos Reis, passando por Barra Mansa por bitola métrica: construída em trechos, somente em 1928 a EFOM chegou a Angra dos Reis, na ponta sul, e no início dos anos 1940 a Goiandira, em Goiás, na ponta norte, e já agora como Rede Mineira de Viação. A linha chegou a ser eletrificada entre Barra Mansa e Ribeirão Vermelho, e transportou passageiros até o início dos anos 1990. Nos anos 1970, o trecho final norte entre Monte Carmelo e Goiandira foi erradicado devido à construção de uma represa no rio Paranaíba, e a linha foi desviada para oeste encontrando Araguari. Hoje (2003) a linha, já não mais eletrificada, é operada pela concessionária FCA.
 
A ESTAÇÃO: Segundo Lucas Lopes Magalhães, em março de 2006, a estação foi aberta com o nome de Paiol, nome de uma fazenda próxima, em 1912. Em 1934, o povoado e a estação tiveram os nomes alterados para Andradina, em homenagem a Homero Penha de Andrade, que havia sido o doador das terras para a estação. Nos anos 1940 tomou o nome de Minduri, nome indígena que significa "que faz casa no chão", referência a uma abelha,

ACIMA: A serra do Minduri, que pode ser vista da linha próxima à estação e à cidade do mesmo nome (Foto Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, IBGE, vol. XXVI, 1959). ABAIXO: Trem cargueiro na estação de Minduri. A foto é possivelmente dos anos 1960 (Autor desconhecido).
também chamada manduri, típica da região. Já a Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (1959) dá uma outra versão que parece mais confiável: "Em setembro de 1912, a E. F. Oeste de Minas inaugurou uma estação com sete residências no entorno, no lugar onde hoje se encontra a sede municipal. Nas proximidades, o pico Minduri deu o nome à estação que, até 1920, não passou de um posto de abastecimento para a via férrea. Nesse ano, o vigário de São Vicente de Minas rezou na estação a primeira missa campal, a convite dos servidores da ferrovia e exortou os fiéis a que se

ACIMA: Pátio de Minduri, provavelmente anos 1970 (Acervo Hugo Caramuru). "Notar o fato de não ser avistado nenhum dormente ou brita e a G-8 parecer estar flutuando. Morei em Minduri quando criança, pois meu pai trabalhava na "soca de linha". A mesma cidade tão fria, que se fazia mais fria dentro de certas locomotivas, como a G-8 e a G-12 aspirando, pelo ventilador do freio dinâmico, o ar do exterior para o interior da cabine quando na descida da serra de Traituba; a U20-C, sem piedade fazendo isso o tempo todo, rs. Mas era bom" (Carlo Antonio Pinto, 22/3/2013). ABAIXO: O mesmo carro da foto acima aparece nesta foto colorida hoje exposto na gare da estação de São João del Rey (notar que Minduri e São João del Rey tem e já tinham bitolas bem diferentes, 1 metro e 0, 76 m) (Autor provável Bruno Crivelari Sanches).

mobilizassem e construíssem no local uma capela
". Esta ficou pronta em 1928. "Em torno da capela, foram então surgindo residências de forasteiros que ali se fixaram, nascendo então o povoado de Paiol, nome dado pela existência de uma propriedade rural nos arredores". Em 1934, o povoado passou a se chamar Andradina e em 17/12/1938 passou a distrito, com o nome original da estação, Minduri. A estação fechou para passageiros em 1996, quando o trem Barra Mansa-Ribeirão Vermelho deixou de operar. Hoje é um centro cultural do município.
(Fontes: Alberto del Bianco; Roberto Mansur; Nilson Rodrigues; Hugo Caramuru; Lucas Lopes Magalhães; Prefeitura Municipal de Minduri; Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, IBGE, vol. XXVI, 1959, p. 97)
     

A estação ainda com o nome de Andradina, provavelmente anos 1940. Acervo da Prefeitura Municipal de Manduri

A estação ainda com embarque de passageiros, em 1981. Foto Alberto del Bianco

A estação em 1993. Foto Nilson Rodrigues

Cabina junto à estação, em 2001. Autor desconhecido

A estação em 2001. Autor desconhecido

A estação em 2005. Foto Lucas Lopes Magalhães

A estação em 7/2011. Foto Roberto Mansur
   
     
Atualização: 28.09.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.