A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Pátio de Cruzeiro

 
E. F. Oeste de Minas / RMV
rotunda de CRUZEIRO
Município de Cruzeiro, SP
     
Uso atual: Centro cultural (2016)    
 
ROTUNDAS são depósitos de locomotivas de forma circular ou semi-circular: variam geralmente de prédios construídos em 90 graus até prédios totalmente circulares, construídos em 360 graus. A distribuição das locomotivas para cada baia é feita por um girador, movido na maioria das vezes manualmente. Estes giradores são trilhos que giram dentro de um círculo com um poço, cujos trilhos são apontados para a baia que receberá a máquina. Não confundir girador (ou virador, ou giramundo) com rotunda.
 
Rotunda de Cruzeiro - 180 graus

Foi construída em 1930 pela Oeste de Minas, com capacidade para abrigar até 15 locomotivas. Bitola métrica. O galpão mede 6.361m², somando-se ainda mais 2.000 m² de área externa. Foi utilizado durante muitos anos para manobra dos trens que faziam o percurso Cruzeiro-Sul de Minas e, ainda, para recuperação de locomotivas a vapor. Entretanto, após os áureos tempos da RMV, a rotunda foi desativada e seu prédio abandonado por longos anos. Na foto ao pé da página, a locomotiva Pacific 332 da RMV, na rotunda de Cruzeiro-SP, no final dos anos 1990. Nesta época ainda havia o acesso até a rotunda, hoje retirado. Em 1991 seu terreno foi desapropriado pela Prefeitura Municipal, mas somente a partir de 1993 foram liberadas as obras para as reformas necessárias, o que ocorreu com apoio da Fundação IOCHPE - MAXION ganhando, assim, Cruzeiro um novo espaço cultural.

ACIMA: Vista aérea da rotunda de Cruzeiro em 2010. à esquerda, em baixo, a rotunda; à direita, o rio Paraíba. A linha de bitola larga da antiga E. F. Central do Brasil no centro da foto, de sul a norte; Mais ao norte, fora da fotografia, o pátio da estação da Central. A rotunda era da Rede Mineira e fora do pátio, alcançada por trilhos de bitola métrica vindos do pátio da Rede Mineira e que hoje não mais existem (Google Maps, 2010). ABAIXO: Rotunda em 1939, no centro da foto (Autor desconhecido).
(Fontes: Marco Giffoni)
     

Final dos anos 1990 - acervo de Carlos Rabelo
 
     
Atualização: 16.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.