A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Toriba
São Cristóvão
Sanatórios
...
 
 
E. F. Campos do Jordão (1931-2008)
SÃO CRISTÓVÃO
Município de Campos do Jordão, SP
Linha-tronco - km 38 (2005)   SP-2827
  Inauguração: 1931
Uso atual: parada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Campos do Jordão foi aberta a partir da estação ferroviária de Pindamonhangaba, na E. F. Central do Brasil, pelos médicos sanitaristas Emílio Ribas e Victor Godinho em 1914, para o transporte de doentes respiratórios para o hospital na então vila de Campos do Jordão. Um ano depois a ferrovia, com problemas financeiros, foi encampada pelo Governo do Estado. Os primeiros trens eram a vapor, substituídos por trens a gasolina em 1916 e pelos elétricos em 1924. A partir dos anos 1980 passou a ser uma ferrovia apenas de turismo, sendo que o trecho da baixada, até Piracuama, continuou a atender até hoje trens de subúrbio da cidade de Pindamonhangaba. No trecho da ferrovia que fica na área urbana de Campos do Jordão, bondes elétricos fazem também o percurso.
 
A ESTAÇÃO: A parada de São Cristóvão é a última parada da EFCJ atendida pelos bondes e pelo trem de subúrbios da cidade de Campos de Jordão; por boa parte dos anos 1940, era seu ponto final. Somente depois do final dos anos 1940 e até talvez os anos 1970, eles passaram a seguir até Toriba e Cacique. Hoje (2005), os bondes e trens de subúrbio de Campos do Jordão de novo fazem o retorno nessa parada, por isso o desvio ainda existente.
     
À esquerda, a parada de São Cristóvão, apenas uma plataforma com cobertura. A linha que se vê é o desvio para retorno; o trem segue pela linha que não aparece à esquerda da parada. Aqui retornam os trens e bondes de Campos do Jordão. Foto Ana Maria Giesbrecht, em 23/04/2005.
A parada em 08/05/2008. Foto Artur Silva
     
     
Atualização: 19.05.2008
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.