A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Aurélia
Vila Teixeira
Parque Industrial
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
FEPASA (1991-1994)
VILA TEIXEIRA
Município de Campinas, SP
VLT - km 3,994   SP-3019
Altitude: -   Inauguração: 14.03.1991
Uso atual: depósito (2014)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1991
 
 
HISTORICO DA LINHA: O VLT - Veículo Leve sobre Trilhos - começou a operar sobre a antiga linha métrica da Sorocabana em novembro de 1990, ligando as estações de Barão de Itapura a Aurélia. Em março de 1991, passou a seguir até Vila Teixeira. A Fepasa, dona do sistema, contratou a Mendes Jr para a operação da linha, que funcionou gratuitamente até 1993 e somente pelas manhãs. Em 1993 foi instituído o transporte diário das 6 às 21 horas e com o preço dos ônibus, o que fez cair o número de passageiros de 5 para 3 mil por dia, fazendo com que a Prefeitura tivesse de subsidiar o sistema em 200 mil dolares mensais. Mesmo a integração com as linhas de ônibus, instituídas em 1994, não fizeram aumentar o faturamento, que fez com que, nesse mesmo ano, o VLT fosse desativado e tudo fosse abandonado e parte roubado. Algumas estações projetadas no meio do percurso, como Bonfim, Joaquim Vilac e Curtume jamais foram abertas. O trecho adicional, que deveria se estender pelo antigo leito da Mogiana, jamais foi construído.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Vila Teixeira foi inaugurada em março de 1991, como ponto final da linha que agora fazia o percurso entre as estações Central e esta. Foi desativada com a linha, em 1994. Em 2002, um jornal de Campinas registrou sobre Vila Teixeira, estação fechada havia já sete anos: "Há até o caso curioso da casa de máquinas da estação da Vila Teixeira, onde foi instalada, há três meses, uma oficina mecânica para automóveis. O nome do estabelecimento, Mecânica do Carlão, decora a parede externa. Também está pintado o número do telefone e o propósito profissional da empresa: 'Trabalhamos com todas as marcas nacionais'. O proprietário, Carlos Roberto da Silva, de 50 anos, tinha uma oficina mecânica na Rua Carolina Florence, na Vila Nova, mas optou pela mudança porque o aluguel do salão era caro, R$ 1,5 mil por mês. Na Vila Teixeira, diz, recuperou as ligações de água e energia elétrica. Livrou-se do aluguel e, desde outubro, ocupa o galpão, que tem espaço para acomodar seis veículos. Ele rejeita a acusação de que tenha invadido o imóvel. Diz ter recebido da Ferroban (empresa que assumiu o transporte ferroviário no Estado de São Paulo depois da privatização da Ferrovias Paulistas S.A., Fepasa), autorização para usar a velha casa das máquinas. Concordou, fala, em pagar aluguel à empresa, que assumiu a responsabilidade de arcar com os impostos e contas públicas de água e luz. Mas, até hoje, diz Carlão, a Ferroban não se manifestou sobre o preço do aluguel. Há menos de cem metros, Ronaldo Augusto, de 40 anos, pernambucano de Águas Claras, divide há um mês a antiga bilheteria do VLT da Vila Teixeira com a companheira Alice Vieira, de 41 anos. Nos cinco metros quadrados do único cômodo, foi colocada uma cama de solteiro. Não há geladeira. O fogão é improvisado na plataforma da estação. Uma grelha foi instalada sobre o suporte improvisado com dois blocos de cimento. Ali eles cozinham." A estação de Vila Teixeira é hoje um point para viciados em crack. Sua subestação (cada estação tem a sua) é atualmente uma mecânica. A estação fica na rua Dr. Pedro Tórtima, na altura do nº 451 (Informações de Carlos A. Filetti, 03/2005). Em 2014 a estação estava sendo usada como depósito e a subestação continua servindo como aquela mesma oficina de 2005. Pelo visto ele deve ser um ótimo mecânico, pois a quantidade de carros é bem grande em frente à antiga subestação. A bilheteria que existia na plataforma, fora demolida em 2013.

As estações do VLT, em 1993. As que estão em branco jamais foram abertas. Foto Kelso Medici
     

A estação nos primeiros dias de operação. Acervo Carlos Roberto de Almeida

A estação em funcionamento, em 1992. Acervo Julio Paiva

A estação de Vila Teixeira em 22/01/2005. Foto C. A. Filetti

A estação em 26/03/2008. Foto Artur Silva

A estação em julho de 2014, já sem trilhos. Foto Carlos A. Filetti
 
     
Atualização: 17.09.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.