A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Mangueiros
Altinópolis
Pio Alves
...

SPM-tronco-1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2006
...
 
E. F. São Paulo-Minas (1909-1971)
FEPASA (1971-1998)
ALTINÓPOLIS
(antiga MATO GROSSO DE BATATAIS)

Município de Altinópolis, SP
Linha-tronco original - km 76 (1938)   SP-0910
Altitude: 882 m   Inauguração: 1909
Uso atual: centro da Terceira Idade (2006)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1935
 
 
HISTORICO DA LINHA: As origens da E.F. São Paulo-Minas remontam a 1891, quando um médico da cidade de São Simão resolveu construir uma linha (Cia. Melhoramentos São Simão) que seguisse do centro até a fazenda Santa Maria. A empresa fechou em 1895, mas foi sucedida pela V. F. São Simão, em 1897. Esta se tornou em 1902 a E.F. São Paulo-Minas, quando passou a sair da estação de Bento Quirino e não mais do centro, sendo abandonada a linha que ligava este a Santa Maria, muito mais longa. A linha atingiu seu ponto máximo em 1911, quando alcançou São Sebastião do Paraíso, em Minas. A empresa mudou de donos mais vezes, até que em 1930, em dificuldades financeiras e dois anos após implantar um ramal de Serrinha (Ipaúna) a Ribeirão Preto, foi encampada pelo Estado. Em 1968, passou a ser administrada pela Mogiana, que fechou o trecho entre São Simão e Ipaúna. Em 1971, a SPM foi uma das cinco empresas fundidas para formar a Fepasa. Trens de passageiros correram até 1976. Atualmente a linha, de Ribeirão Preto até São Sebastião do Paraízo, está abandonada em quase toda a sua extensão.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Mato Grosso de Batatais foi inaugurada em 1909, para atender o então distrito de Nossa Senhora da Piedade do Mato Grosso, pertencente ao município de Batatais, e o nome atual, Altinópolis, foi dado em 1918, em homenagem ao Presidente do Estado na época, Altino Arantes, ao mesmo tempo em que se instalava o município. A estação de Altinópolis era a estação no ponto mais alto da São Paulo-Minas. A estação fica hoje perto do centro da cidade e, na verdade, além dela e dos

ACIMA: Estação antiga de Altinópolis com o trem da São Paulo-Minas. Provavelmente anos 1920 (Autor desconhecido). ABAIXO: Em 1971, ainda se iam às festas tradicionais de Altinópolis por trem (O Estado de S. Paulo, 15/6/1971).
trilhos, é praticamente zona rural. Em 1935, o antigo prédio, que englobava o armazém e a estação, foi deixado somente como armazém e a seu lado foi construída a estação atual, em art-decô, que englobava a estação de passageiros em si, a sala do telegrafista e da administração. Porém, há uma informação de 1953 que diz que o atual prédio teria sido construído apenas em 1942. Em 1986, ainda trocava staff. Em 2006, desativada, mas bem cuidada, era um centro da Terceira Idade. Os trilhos ainda estavam no pátio e o mato os cobria quase totalmente. A cerca de 50 metros da estação, uma passagem de nível ainda mostrava o sinal de perigo, cruzamento. Um absurdo, pois o trem não passava lá havia pelo menos 10 anos, se não mais. Pelo menos, ainda estavam lá, e, se não houver havido roubo de trilhos, muito comuns hoje em dia, eles chegavam sem interrupção a São Sebastião do Paraízo e depois, pela Mogiana, a Itaú de Minas.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Daniel Gentili; Rodrigo Flores; Oldemar Brondi; Dantas Nunes; O Estado de S. Paulo, 1971; Folha da Manhã, 22/4/1953; E. F. São Paulo-Minas: relação oficial de estações, 1938; Guias Levi, 1932-80)
     

A estação em 1965. Acervo Rodrigo Flores

Estação de Altinópolis, em 29/11/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação de Altinópolis, em 29/11/2000. Está bem conservada, esperando um trem passar já há mais de cinco anos. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação de Altinópolis, em 2004. Foto cedida por Dantas Nunes.

Fachada da estação de Altinópolis em 229/12/2006. Foto Ralph M. Giesbrecht

Plataforma e pátio (com mato) da estação de Altinópolis em 229/12/2006. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação antiga de Altinópolis, ao lado da nova (à direita, na foto). Foto Ralph M. Giesbrecht, em 29/12/2006

Estação "nova" em 2/2016. Foto Rodrigo Flores

Estação "velha" em 2/2016. Foto Rodrigo Flores
     
Atualização: 18.02.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.