A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Vila Balneária
Balneário Flórida
Solemar
...

ramal de Juquiá-1980
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2006
...
 
E. F. Sorocabana (c.1946-1971)
Fepasa (1971-1998)
BALNEÁRIO FLÓRIDA
(antiga PARADA DIAS)
Município de Praia Grande, SP
Ramal de Juquiá - km 124,335   SP-0878
    Inauguração: c.1946
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal foi construído pelos ingleses da Southern São Paulo Railway, entre 1913 e 1915, partindo de Santos e atingindo Juquiá. Em novembro de 1927, o Governo do Estado comprou a linha e a entregou à Sorocabana, já estatal, no mês seguinte. O trecho entre Santos e Samaritá foi incorporado à Mairinque-Santos, que estava em início de construção no trecho da serra do Mar, e o restante foi transformado no ramal de Juquiá. A partir daí, novas estações foram construídas, e em 1981, o ramal foi prolongado pela Fepasa, já dona da linha desde 1971, até Cajati, para atender as fábricas de feritlizantes da região. O transporte de passageiros entre Santos e Juquiá foi suspenso em 1997, depois de 84 anos. A linha seguiu ativa para trens de carga que passavam quase diariamente, transportando enxofre do porto para Cajati, até o início de 2003, quando barreiras caíram sobre a linha na região do Ribeira. O transporte foi suspenso e a concessionária Ferroban desativou a linha, que o mato cobriu rapidamente.
 

A ESTAÇÃO: A parada de Balneário Florida teria sido inaugurada em 1946 ou provavelmente logo após, pela Sorocabana, se confiarmos no que a propaganda de loteamento do balneário com esse nome conta em sua propaganda de lançamento, publicada pela Folha da Manhã em 20 de janeiro de 1946: "Construção de plataforma de estação própria, na E. F. Sorocabana, onde atualmente existe a Parada Dias, na linha Santos-Itanhaém" - ver figura abaixo. Por

ACIMA: Propaganda publicada na Folha da Manhã (atualmente Folha de S. Paulo) em 20 de janeiro de 1946, anunciando o lançamento do Balneario Florida. Pelo que conheço da lá, nem tudo foi cumprido, nem a construção de uma estação real... (CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA VER EM TAMANHO MAIOR) (Folha da Manhã, 20/1/1946).
esta afirmação sabemos também que havia no mesmo local uma outra parada, de nome Parada Dias; o que foi construído, no entanto, no local, depois disso, não foi uma estação, mas uma plataforma com cobertura, que ficava ao lado da SP-55, no seu km 299. Era uma parada que aparecia nos relatórios da Sorocabana. A placa, pendurada até cerca de 1997, já foi removida.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Marcos Nobrega; Folha da Manhã, 1946; E. F. Sorocabana: relatórios anuais, 1930-69; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)

     

A parada abandonada, em 18/02/1998. Foto Ralph M. Giesbrecht

A parada perdeu as telhas e um dos postes em 19/9/2008. Foto Marcos Nobrega
 
     
     
Atualização: 22.12.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.