A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Cravinhos
Bifurcação
Manoel Amaro
...
Saída para o ramal de Jandaia: Fagundes
...

Ramal de Cravinhos-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2015
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1910-1956)
BIFURCAÇÃO
Município de Cravinhos, SP
Ramal de Cravinhos - km 6,373   SP-1005
Altitude: -   Inauguração: 01.06.1910
Uso atual: moradia (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1910
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Cravinhos teve o nome derivado do fato que o ramal estava situado todo ele dentro desse município, na época de sua inauguração em 1910. Em 1914, o ramal chegou até o distrito de Serrinha - depois município de Serrana - que se tornou o ponto final deste curto ramal de bitola 60 cm. Da estação de Bifurcação, saía um ramal mais curto, de quase 16 km, o ramal de Jandaia. O ramal de Cravinhos, já bastante deficitário então, foi desativado em 1956 pela Mogiana e teve os trilhos arrancados logo depois, principalmente pelo fato de seus trilhos estarem atrapalhando a construção da via Anhanguera, naquele trecho, que então estava em obras para sua abertura até Ribeirão Preto. Das estações, todas sobreviveram, exceto a terminal de Serrana.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Bifurcação foi inaugurada pela Mogiana em 1910, de acordo com seus relatórios, mas não consegui saber se a estação já existia antes de a Cia. ter adquirido a E. F. Vicinal de Ribeirão Preto, ferrovia particular que operava a linha antes disso. De qualquer forma, o jornal Diário da Manhã, de Ribeirão Preto, de 31/05/1910, publicava o seguinte: "Companhia Mogyana - Em primeiro de junho proximo futuro serão abertas ao trafego publico de passageiros, mercadorias e para serviços telegraphicos as estações de Bifurcação no kilometro 15 e Alvarenga no kilometro 21 do ramal de Cravinhos, e tambem as estações de Fagundes e Arantes nos kilometros 10 e 16 do sub-ramal de Jandaia. Campinas, 14 de maio de 1910. José Pereira Rebouças - Inspetor Geral." De Bifurcação saía o ramal de Jandaia, daí o nome, pela divisão de trilhos. A estação foi desativada em 1956, com a desativação dos dois ramais nesse ano. Ela ainda existe em 2015, sendo usada como moradia, ficando à margem sul da estrada que liga Cravinhos a Serrana, num nível mais abaixo.
     

A estação de Bifurcação, na época de sua inauguração (1910). Álbum da Mogiana, Museu de Jundiaí

A estação, em 28/12/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação (28/12/1999). Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação de Bifurcação em maio de 2015. Foto Ralph M. Giesbrecht

Predio ao lado da estação de Bifurcação (ex-armazém?) em maio de 2015. Foto Ralph M. Giesbrecht
 
     
Atualização: 26.05.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.