A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Juazeiro
Petrolina
Icó
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Petrolina a Teresina (1923-1941)
V. F. F. Leste Brasileiro (1941-1975)
RFFSA (1975-1996)
PETROLINA
Município de Petrolina, PE
Linha Centro - km 572,272 (1960)   BA-2358
    Inauguração: 01.03.1923
Uso atual: escritório de empresa   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1923
 
HISTORICO DA LINHA: A linha da E. F. Petrolina a Teresina foi aberta em 1923 para ligar Petrolina à capital do Piauí, passando pelo extremo oeste do Estado de Pernambuco e subundo pelo sul do Piauí. Como diversas ferrovias no Brasil, suas obras avançaram lentamente. Em 1923 os trilhos levavam até Rajada, vilarejo no meio de nada. Somente em 1926 avançaram até Afrânio. Em 1928, até Mafrense, outro vilarejo e já no Piauí. Em 1936 a Acauã e em 1938 até Paulista (hoje Paulistana). Jamais passou dali. Em 1941, a ferrovia foi incorporada à VFFLB, mas seus trens continuavam partindo de Petrolina: quam vinha de Salvador por Juazeiro tinha de atravessar o rio São Francisco por barcos para pegar o outro trem. A ponte sobre o rio ficou pronta em 1965 e aí os trens passaram a correr direto até Paulistana, vindos de Salvador; mas em 1972 foram desativados a partir de Petrolina, e logo os trilhos da antiga VVFLB foram arrancados. Foi o fim do sonho de se chegar a Teresina pela Bahia.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Petrolina, de interesse histórico, foi aberta em 1923, como estação inicial do primeiro trecho que a ligava à estação de Rajada, em Pernambuco. A ligação com Juazeiro era por barcos. Em 1941, a ferrovia, que chegou a Paulistânia em 1935, no Piauí, mas nunca a Teresina, foi entregue à V. F. F. Leste Brasileiro. Em 1965, os trens da VFFLB passaram a cruzar a então novíssima ponte sobre o rio São Francisco, vindos de Juazeiro, e, parando na estação, seguiam pela primeira vez direto para Paulistana, no Piauí. Em 1972, a velha linha para Paulistana paroud e vez, mas os trens da VFFLB ainda cruzavam a ponte para terminar a viagem na estação de Petrolina. Isto seguiu até o ano de 1977, quando acabaram. Mais tarde, os trilhos foram

ACIMA: A estação de Petrolina, provavelmente anos 1920, com o trem da E. F. Petrolina a Teresina à frente (notar o dístico no carro, quase certamente o desta ferrovia) (Aurode desconhecido, cessão Daniel Gentili).

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1923 a 1977. Ao lado, o trem da EFPT na estação de Petrolina, nos anos 1920. Veja aqui horários em 1963 e em 1972 (Guias Levi).
retirados e a estação ficou isolada da linha. Na linha nova, construiu-se uma estação nova (Petrolina-nova), que, embora tenha tido inauguração etc., jamais foi utilizada pelos trens de passageiros. Em 1984, as vias férreas ainda existiam atravessando a ponte até as duas estações de Petrolina e para além destas. Mas não havia mais indícios que circulassem trens ali; os de passageiros, desde 1977. As duas estações, velha e nova, ficam perto do fim da ponte, porém o centro da cidade é um pouco afastado para os padrões locais. Há hoje no interior da estação velha peças de artesanato de Mestre Quinca, o primeiro artesão da cidade. O prédio foi restaurado depois de ter ficado abandonado, mantendo suas características originais. Funciona como escritório de uma empresa, mas é aberto ao público. A construção de um viaduto bem ao seu lado prejudicou a estética do local.
(Fontes: Sydney Corrêa; Coaraci Camargo; Daniel Gentili, 2009; William -, 2006; Guias Levi, 1932-1979; www.uol.com.br/petrolinaonline)
     

A estação velha, em 17/04/1984. Foto Coaraci Camargo

A estação nova, em 17/04/1984. Foto Coaraci Camargo

A estação por volta de 2004. Foto uol.com.br/petrolinaonline

A estação em 08/2006. Foto William
   
     
     
Atualização: 09.12.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.