A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Quingi
Serrinha
Agenor de Freitas
...

Linha tronco e Centro (1940)
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Prolongamento da E. F. Bahia ao São Francisco (1880-1896)
E. F. do São Francisco (1896-1911)
Cia. Chemins de Fer Federaux du L'Est Brésilien (1911-1935)
V. F. F. Leste Brasileiro (1935-1975)
RFFSA (1975-1996)
SERRINHA
Município de Serrinha, BA
Linha Centro - km 228,206 (1960)   BA-3049
Altitude: 364 m   Inauguração: 18.11.1880
Uso atual: abandonada (2011)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1943
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha que ligou efetivamente a estação de São Francisco, em Alagoinhas, ao rio São Francisco, em Juazeiro, foi aberta entre 1880 e 1896 pelo Governo brasileiro, que deu a concessão a, segundo algumas fontes, Miguel Argolo. Em bitola métrica, seus trens partiam da estação de São Francisco, onde chegava uma linha em bitola larga (1m60), a E. F. Bahia ao São Francisco. Em 1911, essa linha teve a bitola reduzida e as duas linhas foram unidas sob a concessão dos franceses da Cia. Chemins de Fer Federaux du L'Est Brésilien. Em 1935, tudo virou parte da VFFLB, estatal, e a linha passou a se chamar Linha Centro. Em 1957, foi uma das formadoras da RFFSA. Em 1975, deixou de existir o nome VFFLB. Ainda circulavam trens de passageiros entre Alagoinhas e Senhor do Bonfim até 1989. Em 1996, passou a ser concessão da Ferrovia Centro-Atlântica. Tem tráfego de cargueiros até hoje.
 
A ESTAÇÃO: Em 1880 o trem chegou a Serrinha e a estação ferroviária foi inaugurada, recebendo o nome de Rio Branco. Era então ponta de linha, linha esta que foi prolongada até Santa Luz somente quatro anos depois, em 1884.

Informações da cidade dizem que o prédio atual da estação é de 1943. O estilo é realmente característico de muitas estações da Leste desta época. As paredes têm revestimento de mármore - a metade de baixo.

Em Serrinha ocorreu um acidente com um trem cargueiro, em 1940, cuja foto é mostrada abaixo.

Em 2011, o prédio da estação ainda existia e estava em mau estado de conservação, com sinais de depredação. Dentro e fora havia muita sujeira e pichações e usuários de drogas o frequentavam. em uma das casas da vila ferroviária, aparecia o dístico da Leste Brasileiro (LB) com data de 1941. A caixa d'água é de 1939, em concreto. O movimento e estacionamento de composições da FCA no pátio era ainda relativamente grande.

ACIMA: No pátio de Serrinha, a locomotiva da Leste Brasileiro explodiu no início dos anos 1950 (Foto do livro "A colonização portuguesa numa cidade do sertão da Bahia", Tasso Franco, Salvador, EGBA - Assembléia Legislativa do Estado, 1996). ABAIXO: Hotel à frente da estação de Serrinha em fotografia possivelmente dos anos 1920 (Acervo Roosevelt Reis).


Na estação de Serrinha, as portas...

...e as luminárias na plataforma (Fotos 2011 www.youtube.com/watch?v=ea2MKkhsi_U).
(Fontes: Flávio Cavalcanti; Roosevelt Reis; Phillipe Cunha; www.youtube.com/watch? v=ea2MKkhsi_U; Cyro Deocleciano R. Pessoa Jr.: Estudo Descritivo das Estradas de Ferro do Brazil, 1886; Tasso Franco: A colonização portuguesa numa cidade do sertão da Bahia, EGBA/Assembléia Legislativa do Estado, 1996; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-84; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação original de Serrinha. Sem data. Autor desconhecido

A estação de Serrinha, possivelmente anos 1940. Acervo Roosevelt Reis

Acidente em 1940 em Serrinha. Foto de relatório da VFFLB. Cessão Flávio Cavalcanti


A estação em 11/2007. Foto Phillipe Cunha


A estação em 11/2007. Ao fundo, a caixa d'água de 1939. Foto Phillipe Cunha

A estação em 11/2007. Foto Phillipe Cunha
     
Atualização: 08.10.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.