A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Areal
Carandiru
Vila Paulicéia
...

Cantareira-1950
 
 
Cia. Cantareira (1927 -1941)
E. F. Sorocabana (1941-1965)
CARANDIRU
Município de São Paulo, SP
Ramal de Guarulhos - km 4,061 (1960)   SP-1093
    Inauguração: 26.12.1927
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Guarulhos começou como um ramal da E. F. da Cantareira, que, aberto em 15/11/1910, saía da estação do Areal e atingia o Asilo dos Inválidos, no Guapira (depois Jaçanã). Somente em 1913 foi aberta a primeira estação intermediária, Tucuruvi, e aos poucos outras estações passaram a ser abertas na linha, que atingiu Guarulhos em 1915. Em 1947 a linha teve a bitola ampliada de 60 cm para 1 metro, quando esta já atingia o aeroporto militar de Cumbica. Em 31/05/1965, o tráfego do ramal foi suprimido, um ano depois de o trecho Areal-Cantareira ter sido suprimido. Os trilhos foram retirados logo depois e diversas estações foram demolidas.
 
A ESTAÇÃO: A construção da Penitenciária do Carandiru foi iniciada em 1911. Para a sua construção o Governo utilizou o Tramway para transportar o material de construção. Para descarregá-lo foi construído um estribo de cargas na linha do então ramal de Guapira. Em 1927, obra já concluída, sobre o pequeno estribo foi construído uma pequena estrutura de madeira com um telhado, e foi denominado Estação Carandiru, para atender as guarnições, funcionários e detentos. A parada não tinha funcionários. Nos anos 50, o último trem das 22:30 de um domingo, que não parava em Carandiru, ao passar acelerado, deixou fagulhas que incendiaram e queimaram totalmente a estrutura de madeira. E a pequena estação voltou a ser um simples estribo. Ficava em frente à fábrica de acordeões Rampazzo. Ficava em ponto bem diferente de onde hoje é a estação do mesmo nome, do Metrô, na estrada do Carandiru, atual av. Gal. Ataliba Leonel. Quando construíram a avenida Luiz Dumont Villares, por volta de 1980, a estrutura, que ainda existia, foi demolida (Fonte: Werner Vana)
     
     
     
     
Atualização: 20.07.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.