A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1898-1955)
Santa Ernestina
Carlos Magalhães
Eng. Busch Varella
...

Tronco EFA-1970
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Araraquara (1902-1955)
CARLOS MAGALHÃES (antiga POÇO FUNDO)
Município de Taquaritinga, SP
Linha-tronco original - km 71,890   SP-1124
    Inauguração: 16.05.1902
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro de Araraquara (EFA) foi fundada em 1896, tendo sido o primeiro trecho aberto ao tráfego em 1898. Em 1912, já com problemas financeiros, a linha-tronco chegou a São José do Rio Preto. Somente em 1933, depois de ter sido estatizada em 1919, a linha foi prolongada até Mirassol, e em 1941 começou a avançar mais rapidamente, chegando a Presidente Vargas em 1952, seu ponto final à beira do rio Paraná. Em 1955, completou-se a ampliação da bitola do tronco para 1,60m, totalmente pronta no início dos anos 60. Em 1971 a empresa foi englobada pela Fepasa. Trens de passageiros, nos últimos anos somente até São José do Rio Preto, circularam até março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta em 1902, recebendo o nome de Poço Fundo, nome que acabou não muito tempo depois sendo alterado para Carlos Baptista de Magalhães, que foi um dos fazendeiros fundadores da EFA, e seu primeiro presidente. Em setembro de 1955, com a inauguração da linha de bitola larga, a estação foi suprimida, ficando fora da linha nova. Informações dão conta que foi demolida. "Depois de Santa Ernestina, andamos alguns quilômetros em meio a canaviais sem fim, procurando o antigo local de Carlos Magalhães. Não encontramos, mas fotografei a linha nova em um viaduto da estrada rural, bem próximo ao leito anterior, do qual se avistam alguns postes carcomidos da linha antiga" (Douglas Razaboni, 01/2005). Esta última afirmativa mostra a dificuldade de localização de muitas estações que foram desativadas por mudança de linhas no interior. Muitas são praticamente impossíveis de se achar.
(Fontes: José Antonio Penteado Vignoli; Douglas Razaboni; E. F. Araraquara: relatórios anuais, 1940-66; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Ao lado, trecho que seria proximo aonde foi a antiga estação, em foto de 01/2005, de Douglas Razaboni.  
     
     
Atualização: 30.08.2011
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.