A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Mogi-Guaçu
Conselheiro Laurindo
Nova Louzã
...

ramal de Pinhal - 1935

IBGE-1960
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1999
...

 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1889-1960)
CONSELHEIRO LAURINDO
Município de Mogi-Guaçu, SP
Ramal de Pinhal - km 8,802   SP-1161
Altitude: 692 m   Inauguração: 01.10.1889
Uso atual: fechada   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1908
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Pinhal foi aberto em todas a sua extensão (37 quilômetros) em 1889, partindo da estação de Mogi-Guaçu, no tronco da Mogiana, e chegando até a estação de Pinhal, em Espírito Santo do Pinhal, perto da divisa com Minas Gerais. Funcionou até 31/12/1960, quando foi extinto, ficando os primeiros quatro quilômetros e meio servindo como desvio industrial para a Refinações de Milho Brasil, em Mogi-Guaçu. Os trilhos foram retirados somente em 1967, menos o desvio, que continuou por alguns anos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Conselheiro Laurindo, construída pelo empreiteiro Nicolau Rehder, foi inaugurada com o ramal, em 1889, e fechada, também com o ramal, em 1960 (*RM-1961 e OESP, 1/1/1961).

O prédio atual é de 1908, como dizia reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, de 17 de dezembro deste ano: "Acha-se quase completamente concluida a grande reforma por que passou a estação da Companhia Mogiana, nesta localidade, ficando considerada a primeira estação do ramal de Espirito Santo do Pinhal, não só em belleza e obra de arte, como tambem pelos grandes espaços de seus commodos".

Em 1999, ainda estava de pé, com conservação razoável, e ainda se podia ler o antigo dístico com o seu nome. Havia algumas casas da antiga vila ferroviária em volta, como a que aparece na foto abaixo, abandonada.

"A estação de Conselheiro Laurindo fica na fazenda que pertenceu ao meu bisavô Francisco de Paula Bueno" (José Paulo Bueno, 10/2003).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; José Paula Bueno; Carlos Missaglia; O Estado de S. Paulo, 1908 e 1961; Cia. Mogiana: Álbum 1910; Cia. Mogiana: relatórios anuais, 1875-1969; IBGE, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, c. 1910. Foto do álbum da Mogiana

A estação já meio abandonada, ainda com os trilhos já sendo cobertos pelo mato. Foto provavelmente dos anos 1960, do acervo de Carlos Missaglia

Casa da vila ferroviária, em 14/09/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação, em 14/09/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação, em 14/09/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação, em 14/09/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht
     
Atualização: 18.06.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.