A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Pirambóia
Engenheiro Calixto
Remédios
...

Tronco EFS - 1935

IBGE-1956
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Sorocabana (1931-1952)
ENGENHEIRO CALIXTO
Município de Anhembi, SP
Linha-tronco - km 241,830 (1931) (*)   SP-0243
Altitude: 573,500 m   Inauguração: 1931
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1931 (já demolido)
(*) As quilometragens foram alteradas em 1928, devido às retificações feitas entre São Paulo e Iperó neste ano e em 1953, (**) devido às retificações feitas entre Conchas e Manduri neste ano.
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Sorocabana foi fundada em 1872, e o primeiro trecho da linha foi aberto em 1875, até Sorocaba. A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999, quando foram suprimidos pela concessionária Ferroban, sucessora da Fepasa. A linha está ativa até hoje, para trens de carga.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Engenheiro Calixto foi inaugurada em 1931, como "posto km 242".

O nome definitivo, homenagem ao engenheiro Calixto de Paula Souza, foi-lhe dado pouco tempo depois.

Em 22/04/1952, foi desativada, dando lugar a uma nova Engenheiro Calixto, exatamente por causa da abertura da variante Juquiratiba-Botucatu. "Saí de Pirambóia-velha e segui o antigo leito onde hoje é uma estrada com muitas pedras. Seguindo fielmente a kilometragem do carro com a km do site, cheguei bem em frente a entrada de uma fazenda. Não havia ninguém no local, somente um vira-lata me atendeu latindo. Bem neste local o traçado faz uma curva em S e começa uma subida danada até chegar no topo, em Remédios" (Adriano Martins, 02/2005).

(Veja também ENGENHEIRO CALIXTO-NOVA)

CLIQUE AQUI PARA VER AS LINHAS VELHA E NOVA DA SOROCABANA NESTA REGIÃO

ACIMA: Mapa mostrando a linha nova e a velha da Sorocabana na região de Botucatu e de Avaré. Por ele dá para se ter uma idéia de como Engenheiro Calixto e outras saíram da linha e ficaram isoladas. A linha nova (estilizada, pois não mostra todas suas curvas) é a que está com barras (Acervo Ralph M. Giesbrecht).

ACIMA: (esquerda) a linha velha ainda tem algum trânsito ferroviário mesmo depois da abertura da linha nova (O Estado de S. Paulo, 15/11/1951). (direita) Já abandonado, a prefeitura de Botucatu diz que vai fazer uma rodovia no lugar dos trilhos. Nunca fez (O Estado de S. Paulo, 23/10/1952).

(Fontes: Adriano Martins; O Estado de S. Paulo, 1951-52; E. F. Sorocabana: Relatórios anuais, 1890-1955; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1960; Mapas - acervo R. M. Giesbrecht)
     
     
     
     
Atualização: 18.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.