A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Faria Lemos
Carangola
Lacerdina
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2008
...
 
E. F. Leopoldina (1887-1975)
RFFSA (1975-1977)
CARANGOLA (antiga SANTA LUZIA)
Município de Carangola, MG
Linha de Manhuaçu - km 456,446 (1960)   MG-1740
Altitude: 399 m   Inauguração: 14.08.1887
Uso atual: estação rodoviária (2008)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1938
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha que ligava a estação de Recreio a Santa Luzia (Carangola) teve a sua concessão e construção a cargo da Companhia Alto Muriaé, estabelecida em 1880. Em 2/5/1883, a empresa foi incorporada pela E. F. Leopoldina. Uma alteração de traçado da linha original para Muriaé levou a Leopoldina a passar por uma pequena extensão dentro de território fluminense, onde estava Santo Antonio (Porciúncula), retornando para Minas, seguindo para Carangola, onde chegou em 1887. De 1911 a 1915, a Leopoldina prosseguiu a linha até Manhuaçu, seu ponto final. O trecho Manhuaçu-Carangola foi fechado em 23/07/1975. Porciúncula-Carangola foi fechado em 1977, e em 1979, fechou-se a linha entre Cisneiros e Porciúncula. O pequeno trecho Recreio-Cisneiros nunca foi oficialmente suprimido.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Santa Luzia foi inaugurada em 1887.

Mais tarde, a cidade e a estação tomaram o nome do rio que corta a cidade, Carangola. A primeira estação funcionou até 1938, também tendo nela o armazém de cargas, quando foi substituída pela atual estação de passageiros.

Em 23/07/1975, a RFFSA fechou a linha entre Carangola e Manhuaçu. Esta passou a ser ponta de linha, até 17/11/1977, quando o trecho até Porciúncula também foi suprimido, fechando de vez a estação. Os trens de passageiros pararam também nessa data.

Em 1976, esses trens, que saíam de Recreio todos os dias às 6 da manhã, chegavam a Carangola às 12:39, retornando às 14 horas para Recreio.

Na verdade, existiram duas estações, a de passageiros e a de cargas. Em 2008, quando lá estive, a primeira hoje servia de estação rodoviária. A segunda estava de pé, mas não soube seu uso na época. O pátio ferroviário, já sem trilhos, era longo e ainda tinha diversos armazéns da ferrovia ou mesmo particulares que ficavam à beira dos trilhos. Como a estação era a rodoviária da cidade e ficava praticamente junto ao centro, o ônibus entrava na cidade passando por diversas ruas e depois de parar na estação, em frente à sua fachada, prosseguia para sair da mesma por uma rua que por um longo trecho margeava esses armazéns, o que dava a entender que esta rua era o antigo leito da Leopoldina.


ACIMA: Vista geral do relevo a oeste da divisa do município de Carangola, na direção da rodovia Rio-Bahia. O topo da superfície ondulada está na cota dos 870-900 metros. À esquerda, a linha do Manhuaçu, cruzada por uma rodovia não asfaltada (Fotografia da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, volume VII, IBGE, 1960). ABAIXO: Mapa dos anos 1950 mostra a linha passando pelo extremo sudeste do município de Carangola, onde fica a sede (mapa parcial) (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Marcos Farias; Ronald Colombini; Wanderley Duck; Flávio Moreira; http://carangolandomg.blogspot.com; Revista Ferroviária, 2000; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80)
     

A estação original, em 1887. Foto cedida por Wanderley Duck

A estação de passageiros antiga, em 1924. Foto cedida por Wanderley Duck

A estação de passageiros antiga, em 1929. Foto cedida por Wanderley Duck

A estação de passageiros antiga, em 1930. Foto cedida por Wanderley Duck

A estação de Carangola-passageiros, a nova, então ainda ativa e com trilhos, em 1943. Foto cedida por Wanderley Duck

A fachada da estação nos anos 1940. Autor desconhecido

A estação de Carangola-cargas, desativada, em 2001. Foto cedida por Wanderley Duck

A antiga estação de cargas em 12/2005, hoje centro de artesanato. Foto Marcos Farias

A estação "nova" de Carangola, hoje estação rodoviária. Foto de 07/01/2006, tirada por Marcos Farias

A estação "nova" de Carangola, hoje estação rodoviária. Foto de 07/01/2006, tirada por Marcos Farias

A estação "nova" de Carangola, hoje estação rodoviária. Foto de 07/01/2006, tirada por Marcos Farias

A estação "nova" de Carangola, hoje estação rodoviária. Foto de 07/01/2006, tirada por Marcos Farias
     
Atualização: 10.05.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.