A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Mundéus
Glicério
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Leopoldina (1891-1963)
GLICÉRIO (antiga CRUBIXAIS)
Município de Macaé, RJ
Ramal de Glicério - km 264,685 (1960)   RJ-1674
Altitude: 79 m   Inauguração: 07.04.1891
Uso atual: abandonada (2016)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Glicério foi aberto em 1891 partindo da estação de Macaé, na linha do litoral. Curto, com apenas duas estações, ele foi desativado em 2/11/1961 e extinto oficialmente em 22/08/1963.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Glicério foi aberta como ponta do ramal do mesmo nome em 1891.

Várias fontes dão como razão da existência desse ramal uma ligação com a cidade de Nova Friburgo pela Leopoldina, fato que jamais se realizou.

Durante algum tempo chamou-se Crubixais, voltando depois ao seu nome original.

Foi desativada com o ramal, em 1961, sob muitos protestos e até ações de violência. O prédio da antiga estação, depois disso, foi usado em
festas locais e como casa de cultura. Glicério é um distrito da cidade de Macaé. Foi reformado no final de 2004., mas em 2016, estava abandonada, com diversas telhas já caídas no chão e com risco de queda do prédio.

ACIMA: Trem no pátio de Glicerio. Data desconhecida. ABAIXO: Pátio de Glicerio, sem data. Data desconhecida (Cessão Bruno Tavares).



AO LADO: O fim do ramal em 2/11/1961 não foi assimilado facilmente pelos usuários. CLIQUE SOBRE A FOTO PARA VER A REPORTAGEM INTEIRA (Jornal do Brasil, 7/11/1961).

ACIMA: Neste mapa de 1892, a estação de Glicerio, no alto do mapa. Reparar no prolongamento planejado (e nunca executado) até Conceição do Frade (Fonte desconhecida). ABAIXO: Estação de Glicerio; ao fundo, lado esquerdo, a locomotiva 54 e um girador. Data desconhecida (Acervo Nilton Abreu Jr).
(Fontes: Everaldo Esterque; Bruno Tavares; Nilton Abreu Jr; Alvaro Tomei; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

A estação de Glicério antes da reforma, em 2004. Foto Everaldo Esterque

A estação de Glicério antes da reforma, em 2004. Foto Everaldo Esterque

A estação de Glicério depois da reforma, em 2005. Foto Everaldo Esterque

A estação de Glicério depois da reforma, em 2005. Foto Everaldo Esterque
 
     
Atualização: 01.06.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.