A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Meridiano
Fernandópolis
Conde Prates
...

Tronco EFA-1970
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Araraquara (1949-1971)
FEPASA (1971-1998)
FERNANDÓPOLIS
Município de Fernandópolis, SP
Linha-tronco - km 339,573 (1960)   SP-0818
Altitude: 522 m   Inauguração: 17.12.1949
Uso atual: abandonada (2014)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro de Araraquara (EFA) foi fundada em 1896, tendo sido o primeiro trecho aberto ao tráfego em 1898. Em 1912, já com problemas financeiros, a linha-tronco chegou a São José do Rio Preto. Somente em 1933, depois de ter sido estatizada em 1919, a linha foi prolongada até Mirassol, e em 1941 começou a avançar mais rapidamente, chegando a Presidente Vargas em 1952, seu ponto final à beira do rio Paraná. Em 1955, completou-se a ampliação da bitola do tronco para 1,60m, totalmente pronta no início dos anos 60. Em 1971 a empresa foi englobada pela Fepasa. Trens de passageiros, nos últimos anos somente até São José do Rio Preto, circularam até março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: A cidade, fundada no início dos anos 40, recebeu o nome de Fernandópolis em homenagem ao interventor Fernando Costa, que esteve lá em 1943, propondo a união de duas pequenas vilas muito próximas. Já no ano seguinte tornou-se município. A linha da Araraquarense chegou no final de 1949. Sem trens de passageiros passando por ali desde 1997, hoje o prédio ainda fica muito longe, a três quilômetros da cidade em estrada asfaltada desde os anos 1980. Infelizmente a estação está hoje completamente abandonada. Desocupados fizeram uma grande fogueira dentro dela, mas graças a seu estilo construtivo o fogo não destruiu o prédio. As estações deste tipo têm (ou tinham) armários embutidos e pisos em taco. Está largada à própria sorte, embora a Prefeitura tivesse em 2003 planos para sua recuperação, segundo informava Adilson Luiz Campos, da cidade. Em fevereiro de 2009, o prédio estava completamente "lacrado", mas em condições externas ainda razoáveis. Em 1911, a velha estação já estava completamente abandonada e depredada.
(Fontes: Edinilson Marques; Rafael Correa; Silvio Rizzo; Hermes Y. Hinuy; EFA: Relatórios anuais, 1940-69; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Fernandópolis em 09/2001. Foto Rodrigo Cabredo

A estação de Fernandópolis em 09/2001. Foto Rodrigo Cabredo

A estação de Fernandópolis em 09/2001. Foto Rodrigo Cabredo

O abandono continua, em 24/04/2003. Foto Hermes Y. Hinuy

O prédio em fevereiro de 2009: lacrado. Foto Rafael Corrêa

A plataforma em fevereiro de 2009: destelhada. Foto Rafael Corrêa

Interior da estação em julho de 2011. Foto Edinilson Marques

A estação em 12/2014. Foto Silvio Rizzo

A estação em 12/2014. Foto Silvio Rizzo
     
Atualização: 06.12.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.