A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Marambaia
Itapuí
Josué Prado
...

ramal de Jaudourado-1950

IHGESP - 1928
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
C. E. F. do Dourado (1912-1949)
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1949-1964)
ITAPUÍ (antiga BICA DE PEDRA)
Município de Itapuí, SP
Ramal de Jaudourado - km 19,110 (1929)   SP-1459
Altitude: 492,000 m   Inauguração: 06.06.1912
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1913 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Jaú-dourado foi inaugurado em 1913 pela E. F. Dourado, partindo de Posto Rangel, no ramal de Bariri, também da Douradense, e chegando à nova estação de Jaú-dourado, em Jaú, próxima à estação da Paulista. Em 1949, a E. F. Dourado foi adquirida pela Paulista, que, em 1957, demoliu a estação de Jaú-dourado e passou a utilizar a estação de Jaú, desativada em 1941, para dar lugar à nova, como estação final do ramal. O ramal funcionou até 25 de agosto de 1964, e foi o primeiro dos ramais da Douradense a ser fechado.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Bica de Pedra foi inaugurada em 1912, como ponta provisória do ramal que chegaria no ano seguinte a Jaú. Há outras fontes que citam a data de 01/01/1912 para essa inauguração (e não 6 de junho).

Em 1913, as reclamações: "Apesar de Bica de Pedra se achar ligada pela estrada de ferro Douradense a São João da Bocaina, Jahu, etc., ainda recebem o correio pelo estafeta a cavallo, de Jahu" (O Estado de S. Paulo, 8/7/1913).

Em 1939 (ato 1.064, de 28/2/1939), o nome foi alterado para Itapuí.

Em 1949, passou para a administração da Cia. Paulista, que comprou a E. F. do Dourado.

Foi fechada em 1964, com a supressão do ramal nesse mesmo ano, e demolida por volta de 1986, quando depois de anos servindo como residência coletiva e em péssimo estado, e depois de ter sido parcialmente incendiada, o novo proprietário construiu um abatedouro avícola - o "Itabom" - no local. Hoje esse
abatedouro tornou-se o frigorífico Itabom (Informações de Pedro Poli, em 08/2004).

"Conversando com uma tia velhinha, de 101 anos, ela contava que seu avô,
Joaquim Pereira Ribeiro, nascido em Minas Gerais, fazendeiro em Bica de Pedra e falecido por volta de 1914, foi quem doou o terreno ou financiou a construção da estação ferroviária. Será que existem documentos que mencionem o nome dele, ligando-o a essa estação
"? (Eneida Rangel Celeti, 08/2007).



AO LADO: A estação muda de nome em 1939 (O Estado de S. Paulo, 11/2/1939).

ACIMA: Pátio e estação de Bica de Pedra em 6/12/1928 (Autor desconhecido).



AO LADO: A preocupação da cidade de Itapuí em não ser colocada junto à linha numa eventual reforma do ramal de Jaudourado em 1949 (Folha da Manhã, 21/11/1948).
(Fontes: Eneida Rangel Celeti; Pedro Luiz Poli; Alberto del Bianco; José H. Bellorio; Acervo Braz; Cia. Paulista: relatórios anuais, 1948-69; O Estado de S. Paulo, 1913; C.E.F.Dourado, relatórios anuais, 1900-48; IHGESP; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Itapuí, sem data. Foto Francisco Pereira, cedida por Alberto Del Bianco

A estação, sem data. Foto cedida por Pedro Luiz Poli

A estação, anos 1950. Acervo Braz, Rio Claro, SP.

A foto de José H. Bellorio, em 26/03/2002, mostra o que sobrou da Paulista em Itapuí: perto da estação, um bueiro abandonado com o emblema da ferrovia.
   
     
Atualização: 29.04.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.