A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Santa Esméria
Moçambo
Muzambinho
...

Ramal da Juréia - 1935
...

Guia Levi - 1941
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2007
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1913-1966)
MOÇAMBO
Município de Muzambinho, MG
Ramal de Juréia - km 22,110 (1937)   MG-2507
Altitude: 904 m   Inauguração: 01.04.1913
Uso atual: escola municipal   sem trilhos
Data de construção do prédio atual:
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Tuiuti, nome inicial do ramal da Mogiana que corria todo ele em território mineiro, teve sua origem na E. F. Muzambinho, adquirida pela Mogiana junto ao Governo daquele Estado em 30/07/1907, antes inclusive da ferrovia ter suas obras iniciadas. Em 1913, a linha foi finalmente aberta de Guaxupé a Muzambinho, e em 1914 chegava a Tuiuti, antigo nome da estação de Juréia, onde se encontrava com a linha da Rede Mineira que vinha de Cruzeiro, na Central do Brasil, no leste do Estado de São Paulo e atravessava todo o sul do Estado de Minas Gerais. Em 1944, o ramal passou a se chamar ramal de Juréia. Finalmente, em 7/11/1966 o ramal foi fechado definitivamente pela Mogiana, e os trilhos retirados alguns anos depois.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Moçambo foi inaugurada em 1913. Segundo Olavo Amadeu de Assis, o trajeto entre Guaxupé e Moçambo era de rampa acima. De Moçambo a Juréia, de descida. Foi desativada em 1966, com o ramal. Hoje está situada às mar-gens do asfalto que liga Guaxupé a Muzambinho, à beira do rio Moçambo, ou Muzambo, como diz o pessoal). Aliás, a estação fica espremida entre o barranco, o rio e a rodovia, a BR-491, num corte

ACIMA: Ponte sobre o rio Moçambo. Fora da fotografia, à esquerda, paralela à ponte, a rodovia. À direita, mas antes em relação ao fotógrafo, a estação, a 90 graus em relação à ponte. Aliás, os trilhos que são vistos sobre a ponte são talvez o último resquício dos trilhos do ramal, retirados em 1966. A foto foi tirada no sentido Guaxupé a Muzambinho (Foto Ralph M. Giesbrecht, 26/10/2007). ABAIXO: A estação de Moçambo (à esquerda, em cima, localizada na linha preta grossa em 1939) (CLIQUE SOBRE O MAPA PARA VER A ÁREA AMPLIADA) (Arquivo Publico Mineiro).
estreito. A linha corta o rio pouco após a estação, e ali - pasmem - ainda existem os trilhos do ramal. É curioso como a linha fazia uma curva de 90 graus após deixar a estação para cruzar o rio. Bem conservada, é ocupada por uma escola municipal mantida pela Prefeitura de Muzambinho. Cercada de tela, tem um funcionário morador, que a preserva.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local, 2007; Eduardo Roxo Nobre, 2001; Luiz Carlos Neves, 2009; Olavo Amadeu de Assis; Cia. Mogiana: Relatórios oficiais, 1900-1969; http://muzambinho.com; Guias Levi, 1932-1966; Cia. Mogiana: relatório oficial de estações, 1937; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1914, na época da inauguração. Autor desconhecido

A estação em atividade, possivelmente anos 1950. http://muzambinho.com

Estação de Moçambo, em 12/2001. Foto de Eduardo Roxo Nobre

Estação de Moçambo, em 12/2001. Foto de Eduardo Roxo Nobre

Estação de Moçambo, em 12/2001. Foto de Eduardo Roxo Nobre

Estação de Moçambo, em 12/2001. Foto de Eduardo Roxo Nobre
     
Atualização: 28.12.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.