A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Jaguara
Sacramento
Conquista
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2006
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1889-1971)
Fepasa (1971-1976)
SACRAMENTO (antiga CIPÓ)
Município de Sacramento, MG
Linha do Catalão - km 514,010 (1937)   MG-0385
Altitude: 512 m   Inauguração: 23.04.1889
Uso atual: abandonada (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha do Catalão foi construída entre 1888 e 1889 até Uberaba, tendo chegado em 1895 a Uberabinha (Uberlândia) e 1896 a Araguari. Continuação da linha do Rio Grande a partir da estação de Jaguara, às margens do rio Grande e já em território mineiro, a idéia da Mogiana era alcançar Catalão, em Goiás (daí o nome) e dali seguir para Belém do Pará, coisa que nunca aconteceu. Na verdade, a E. F. de Goiás acabou por construir esse trecho, chegando até Goiânia e Brasília. Em 1915, o ramal de Igarapava foi prolongado para além de Igarapava de forma a alcançar a linha do Catalão um pouco antes de Uberaba, em Rodolfo Paixão. A nova linha provou ser mais econômica do que o trecho da linha do Catalão entre o rio Grande e Uberaba, trecho este que foi abandonado definitivamente em 1976, depois de ser separado da linha do Rio Grande em 1970 por causa da construção da represa de Jaguara. O trecho a partir de Uberaba foi, então, incorporado ao ramal de Igarapava e, em 1979, totalmente retificado a partir de Ribeirão Preto até Araguari. Trens de passageiros percorreram o trecho até 1979 e depois o trecho retificado até 1997, quando foram suprimidos, já pela Fepasa.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Sacramento foi construída em 1889, atendendo a reclamações do município, cuja população se viu prejudicada por ter a linha tão próxima e não ter uma estação projetada para ele (relatório da Mogiana, 1888). Mas a estação de Sacramento foi construída longe da cidade, numa localidade chamada de Cipó. que nomeou a estação por um tempo. A partir de cerca de 1915, uma linha de bondes elétricos de 14 km foi entregue entre a cidade propriamente dita e a estação ferroviária. Segundo Allen Morrison, esta foi a linha de bondes mais dentro do sertão que o Brasil já teve. Em 1976, o trecho entre Amoroso Costa e Jaguara foi desativado. A estação ferroviária ainda existe, mas a que está preservada mesmo é a de bondes, na cidade; boa parte da linha da antiga Mogiana entre Jaguara e Sacramento teria sido inundada pela represa de Jaguara, nos anos 1970. Em 2015 abrigava o Palácio das Artes "Dr. José Zago Filho". Quanto à estação ferroviária, esta está a 15 quilômetros da cidade, às margens do rio Grande, totalmente abandonada e em ruínas.
ACIMA: a linha da Mogiana e a linha do bonde para Sacramento. ABAIXO: o bonde (Acervo Antonio Pereira da Silva).



AO LADO: A estação de bondes, na cidade, em foto de 2004 (Foto Fernando Picarelli).
(Fontes: Ralph Giesbrecht, pesquisa local; Fernando Picarelli; Marcelo Tomas; Antonio Pereira da Silva; Coaraci Camargo; Wanderley Duck; Allen Morrison; Hermes Y. Hinuy; Roberto Capri: Minas Gerais, 1918; Cia. Mogiana: relatórios oficiais, 1875-1969; Cia. Mogiana: relação oficial de estações, 1937)
     

Locomotiva a vapor na plataforma da estação de Sacramento, sem data. Autor desconhecido

Estação de Sacramento. Anos 1960? Acervo Wanderley Duck

A estação ferroviária de Sacramento, fora da cidade, em 2004. Foto Hermes Y. Hinuy, em 24/07/2004.

A estação ferroviária de Sacramento, fora da cidade, em 2004. Foto Hermes Y. Hinuy, em 24/07/2004.

A estação em 10/2009. Foto Coaraci Camargo

A antiga estação em fev/2015. Foto Marcelo Tomas
     
     
Atualização: 31.07.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.