A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Indice do MS
...
Generoso Ponce
Antonio Maria Coelho
Urucum
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Noroeste do Brasil (1952-1975)
RFFSA (1975-1996)
ANTONIO MARIA COELHO
Município de Corumbá, MS
Linha-tronco - km 1289,453 (1959)   MS-1611
Altitude: 99 m   Inauguração: 15.12.1952
Uso atual: ALL (2011)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Itapura a Corumbá foi aberta a partir de 1912, entrte Jupiá e Agua Clara e entre Pedro Celestino e Porto Esperança, deixando um trecho de mais de 200 km entre as duas linhas esperando para ser terminado, o que ocorreu somente em outubro de 1914. A partir daí, a linha estava completa até o rio Paraguai, ao sul de Corumbá, em Porto Esperança; somente em 1952 a cidade de Corumbá seria alcançada pelos trilhos. Logo dedpois da entrega da linha, em 1917, a ferrovia foi fundida com a Noroeste do Brasil, que fazia o trecho inicial no Estado de São Paulo, entre Bauru e Itapura. E em 1975, incorporada como uma divisão da RFFSA, foi finalmente privatizada sendo entregue em concessão para a Novoeste, em 1996.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Antonio Maria Coelho foi inaugurada em 1952, no trecho de linha aberto entre as estações de Carandazal e de Corumbá. "Na NOB, como na VFRGS, nas pequenas estações e nos estribos, o maquinista alinhavas a primeira escada do primeiro carro, para desembarque das pessoas. Estas já esperavam lá (tenho foto disto). Certa vez, quando minha turma ia pescar no Pantanal e desembarcariamos na estação de Antonio Maria Coelho, à noite e tinha esse problema. Estávamos no último carro dormitório (e os trens da NOB eram realmente longos - mais de 15 carros). O chefe então nos disse: 'não se preocupem, puxarei o trem até o carro ficar na plataforma para vocês desembarcarem'. O que realmente fez e desembarcamos com a tralha toda confortavelmente" (Coaraci Camargo, 16/3/2016). A estação era também utilizada pela Mineração Corumbaense para transporte de minério de ferro, de cor vermelha e não manganês, de cor negra. O prédio da estação ainda estava em bom estado em 2011. O prédio ao lado era então utilizado como alojamento pela ALL. No pátio se carregavam minérios e havia ainda uma quantidade muito grande de dormentes para carregamento e manutenção de linha.
(Fonte: Maestro Billy Ney; José H. Bellorio; Carlos Roberto Dalia, Rio Claro, SP)
     

A estação de Antonio Maria Coelho, em 1976. Foto José H. Bellorio

A estação de Antonio Maria Coelho, em 1986. Foto José H. Bellorio
 
     
     
Atualização: 16.03.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.