...
Ibiporã
Londrina
Cambé
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2004
...

 
Estrada de Ferro São Paulo-Paraná (anos 1930-1944)
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1944-1975)
RFFSA (1975-1982)
LONDRINA
Município de Londrina, PR
Linha Ourinhos-Cianorte - km 510 (1960)   PR-1486
Altitude: 576 m   Inauguração: 28.07.1935
Uso atual: museu (2015)   sem trilhos
Data de abertura do prédio atual: 1950
 
 
HISTÓRICO DA ESTAÇÃO: A estação de Londrina foi aberta em 1935, no mesmo dia em que a ponte sobre o rio Tibagy foi inaugurada, dando passagem ao trem, que chegava a uma cidade que havia crescido enormemente desde sua fundação em 1929, no antigo Patrimônio Três Bocas.

O trem chegou quando Londrina já era município e podia ser alcançada a partir de Jataizinho, ponta dos trilhos desde 1932, por estradas de rodagem sofríveis, mas suficientes para o seu crescimento. O trem veio acelerar o desenvolvimento da nova cidade.

Como memória justificativa do Orçamento da Estação de 11 de agosto de 1945, consta que: "A atual estação de Londrina não é suficiente ao movimento de mercadoria e passageiros naquela localidade. Por este motivo e diante do crescente desenvolvimento daquele próspero município do Norte do Estado, foi organizado o presente projeto e orçamento de uma nova e ampla estação em alvenaria, com todas as instalações necessárias ao tráfego, tais como agência e dependências e serviço comercial, escritório da Residência da Via permanente, serão alí instalados. O projeto prevê as melhores acomodações aos serviços da Rede e conforto ao público".

O novo prédio seria construído no mesmo local da estação original, enquanto o antigo armazém seria adaptado como estação provisória. Isso realmente aconteceu, mas a obra sofreu atrasos devido a vários motivos não previstos, inclusive brigas políticas. O novo prédio, em estilo alemão, foi finalmente inaugurado em 19 de julho de 1950.

Em 1966, apenas dezesseis anos depois de inaugurada, já se pensava em construir uma nova estação fora da cidade, na parte norte, para desviar os trilhos que já começava, diziam, a atravancar o crescimento da cidade.

Em 10 de março de 1981, acabou o trem de passageiros do ramal Ourinhos-Cianorte. A variante ficou pronta em 1982 e a antiga estação, depois de alguns nos abandonada, transformou-se, em 1986, em museu.

Uma nova estação foi construída na variante.

(ver também LONDRINA-NOVA)

ACIMA: Mapa da linha em 1935 (Acervo Sud Mennucci/Ralph M. Giesbrecht). ABAIXO: Pátio da estação de Londrina. (Data desconhecida; Foto Carlos Stenders).


ACIMA: último trem de passageiros em Londrina (Folha de Londrina).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Acervo Ralph M. Giesbrecht/Sud Mennucci; Antonio Rapette; Lourençoa Paz; Douglas Razaboni; Christian Condé; Carlos Stenders; Folha de Londrina; O Estado de S. Paulo).
     

Em 1935, vista do trem, a nascente cidade de Londrina...

... aparecia como o velho oeste dos filmes para o passageiro que chegava. Fotos dos arquivos do autor

A estação original, em 1936. Foto José Juliani, do acervo de José Carlos Neves Lopes, enviada por Antonio Rapette

A estação, anos 30. Foto José Juliani, do acervo de José Carlos Neves Lopes, enviada por Antonio Rapette

A estação de 1950, ainda ativa, foto sem data. Foto do acervo de Lourenço Paz

A estação de 1950, ainda ativa, anos 1970. Foto de cartão postal

Fachada da antiga estação, em 11/2001. Foto Douglas Razaboni

Plataforma da antiga estação, já sem trilhos, em 11/2001. Foto Douglas Razaboni

A antiga estação, à esquerda, e onde passavam os trilhos. Foto Christian Condé, 2002
     
Atualização: 21.03.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.