...
(1935-1982):
Jataizinho
Ibiporã
Londrina
...
(1982-2003):
Jataizinho
Ibiporã
Eng. Francisco Cruz
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Estrada de Ferro São Paulo-Paraná (1935/6-1944)
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1944-1975)
RFFSA (1975-1996)
IBIPORÃ
Município de Sertanópolis, PR (1934-1947)
Município de Ibiporã, PR (1947- )
Linha Ourinhos-Cianorte - km 495 (1960)   PR-2614
Altitude: 486 m   Inauguração: 28.07.1935 ou 06.06.1936
Uso atual: museu ferroviário (2017)   com trilhos
Data de abertura do prédio atual: 1952-54
 
 
A ESTAÇÃO: A estação original, de madeira, foi inaugurada em 1936, juntamente com o trecho de linha Jataí-Londrina. A estação foi construída a pedido do município de Sertanópolis, município à qual pertencia Ibiporã (ver caixa abaixo).

A estação  como  marco  fundador  foi  relembrada  em  uma
edição  comemorativa  do jornal Paraná-Norte do dia 12 de outubro de 1941, que diz que “a fundação de Ibiporã deu-se a 15 de julho de 1936, quando se inaugurou a estação ferroviária da E.F.S.Paulo-Paraná” e que a localidade na época (1936) tinha “apenas uma casa”, que  poderia ser  a  do  próprio  Alexandre  Beltrão (fundador).  No  final  de  1936,  no  entanto,  já “havia 15 casas  de madeira na região urbana”. A autora do artigo confirma a estação como ponto de partida do povoado. Em 1936, quando se iniciou o traçado da cidade, “surgiram as primeiras ruas, abertas através da mata” e “foram feitas derrubadas de mata nos primeiros 15 quarteirões centrais, próximos à estação ferroviária” (de https://docplayer.com.br/79236109-Introducao-ou-que-nasceram-em-ibipora-no-inicio-do-processo-de-colonizacao-da-cidade-entre-as-decadas-de-1930-e-1940.html).

A pequena estação  ferroviária, que era de madeira, já não  comportava mais os passageiros que ali se aglomeravam e as  mercadorias que se amontoavam”, diz Bisotto  (2008, p. 6
Diante  da situação, em 1952 “a Prefeitura encaminhou pedidos à  Rede Ferroviária, solicitando a construção de outra estação, um prédio de alvenaria. Construção que foi feita nos dois anos seguintes e aberta em 1954.

A estação serviu até 1981, quando o trem de passageiros foi desativado na linha. Depois disso, o prédio foi abandonado e também serviu como moradia precária.

"Morrendo de fome, pois já passava das 13:00hs, passamos pela Estação de Ibiporã. Com uma família morando lá, a estação estava bem judiada. A moradora quis saber para que as fotos, se éramos da Prefeitura ou da Rede, mas não criou muito caso..." (Douglas Razaboni, novembro de 2001).

Em 2000, seu pátio já não tinha mais nenhum desvio, apenas a linha principal.

Em julho de 2010, a estação foi tombada pelo IPHAN e cedida à Prefeitura Municipal por 20 anos para seu uso. Foi reformada e em 2017 sediava um museu ferroviário.

1935
À ESQUERDA: A pedido do município de Sertanópolis, decide-se abrir uma estação no quilômetro 195 da época (O Estado de S. Paulo, 28/5/1935).

ACIMA: Trem da São Paulo-Paraná na estação de Ibiporã em 1935 (Foto José Juliani).

ACIMA: Mapa da linha em 1935 (Acervo Sud Mennucci/Ralph M. Giesbrecht).

(Fontes: Douglas Razaboni; José Juliani; Paulo Ferraz; Douglas Tiago Santos Willy; Prefeitura Municipal de Arapongas; Cia. Melhoramentos Norte do Paraná; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

Estação ainda em obras, datada de 6/6/1936. Autor desconhecido. Acervo do Museu Histórico e de Artes de Ibiporã.

A estação de Ibiporã, na época da inauguração, em 1935/6. Foto cedida pela Cia. Melhoramentos Norte do Paraná

A estação em 1946. Autor desconhecido. Acervo do Museu Histórico e de Artes de Ibiporã.

Plataforma da estação, hoje de alvenaria, em 11/2001. Foto Douglas Razzaboni

A estação em 2014. Cessão Douglas Tiago Santos Willy
 
     
     
Atualização: 17.03.2019
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.