A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
São Miguel
Fernando Pedrosa
Angicos
...

EFCRN - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Central do Rio Grande do Norte (1933-1950)
RFN (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
FERNANDO PEDROSA
(antiga SÃO ROMÃO)
Município de Fernando Pedrosa, RN
Linha tronco da EFCN - km 184 (1960)   RN-3903
Altitude: 122 m   Inauguração: 26.09.1933
Uso atual: desconhecido (2012)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha da E. F. Sampaio Correia foi aberta em 1906 até a estação de Itapassaroca. Posteriormente foi estendida até Taipu (1907), Baixa Verde (1910), Pedra Preta (1913), Itaretama (1918) e finalmente Oscar Nelson e São Rafael (1949). 43 anos para se construir uma linha de apenas 235 km que não ligava a nada. Nos anos 1980, os trens acabaram e nos 1990, os cargueiros. Ficaram somente os trens de subúrbio operados primeiro pela RFFSA e depois pela CBTU e que chegam somente a Ceará-Mirim, a 39 km de Natal. O resto da linha está abandonada.
 
A ESTAÇÃO: A estação de São Romão foi inaugurada em 1933, de acordo com o Guia Geral de 1960. Mais tarde, anos 1940, teve o nome alterado para Fernando Pedrosa. O relato a seguir foi extraído do site http://fernandopedroza.50webs.com/cidade/ historia.htm e escrito pelo Professor Denes Medeiros: "Fernando Pedroza, antiga São Romão, foi fundada nos idos de 1920, pelo engenheiro Joca Briza, que veio acompanhado de alguns amigos como, Antonio Teixeira, Francisco Francilino e José Cassemiro, que vieram a esse lugar com o objetivo de construir a estrada de ferro ligando a cidade de Lajes a Angicos. Essas terras (segundo depoimentos de antigos moradores), pertenciam ao Sr. Joaquim Trindade, que com o passar dos anos vendeu a família Pedroza. Tendo como ponto de partida a mercearia instalada pelo o Sr. Antonio Teixeira e a feira livre, iniciaram nas terras de São Joaquim o processo de construção de moradias, dando origem ao povoado de São Romão. Com a construção da estrada de ferro, começaram a surgir pessoas em busca de trabalho, sendo necessário a construção de moradias para abrigar as famílias que
ACIMA: "Chegada do trem presidencial a São Romão", é o que diz a legenda da fotografia publicada na revista de 1933. O Presidente é Getúlio Vargas. Seria a inauguração da estação, que foi em 1933, segundo os registros? (Noite Ilustrada, 1933).
aqui chegavam. Até então, todo o fornecimento alimentício da Vila era feito no barracão do Sr. Antonio Teixeira. Francisco Francilino construiu uma pensão com o intuito de abrigar as pessoas aqui recém-chegadas e José Cassemiro, fornecia carne suína e caprina aos moradores. A vila foi crescendo, os moradores se organizaram e passaram a ocupar mais espaço surgindo assim novas ruas e entidades necessárias para o convívio dos mesmos. A vila de São Romão era assim chamada devido a uma antiga moradora por nome de Crinaúria que doou a imagem de São Romão para a 1ª capela, que ficava ao lado da estação ferroviária, que hoje funciona como armazém. A família Pedroza representada pela figura do Sr. Fernando Pedroza, contribuiu diretamente com o desenvolvimento da Vila, doando as terras para o povo que aqui chegasse e construíssem as suas casas. Em homenagem a esse gesto de grandeza os habitantes resolveram mudar o nome da vila de São Romão para Fernando Pedroza. Não se pode deixar de registrar a importante participação de Annibal Calmon Costa, Gerente da Usina São Joaquim, ativo participante do esforço para o desenvolvimento de Fernando Pedroza. Em 26 de junho de 1992, através da Lei 6.301. o então denominado povoado de Fernando Pedroza desmembrou-se da Cidade de Angicos, elevando-se a categoria de município do Estado do Rio Grande do Norte
". Atualmente, o uso da estação é-me desconhecido, nem sei se ainda está de pé numa linha desativada há mais de dez anos.
(Fontes: Hudson Araujo; Daniel Gentili; Professor Denes Medeiros; Noite Ilustrada, 1933; http://fernandopedroza.50webs.com/ cidade/historia.htm; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1/2012. Foto Hudson Araujo

 

     
Atualização: 04.05.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.