A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações de Minas Gerais
...
RMV - Linha do Sapucaí
...
Francisco Sá
Ouro Fino
Caneleiras
...

Ramal de Sapucaí - 1931
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
V. F. Sapucaí (1896-1910)
Rede Sul-Mineira (1910-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1986)
OURO FINO
Município de Ouro Fino, MG
Ramal de Sapucaí - km 313,941 (1960)   MG-0618
Altitude: 865 m   Inauguração: 12.04.1896
Uso atual: loja de malhas (2014)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1924
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Viação Férrea do Sapucaí, aberta como E. F. do Sapucaí em 1887, inaugurou o primeiro trecho de linha até Itajubá em 1891, partindo de Soledade, na E. F. Minas e Rio. Em 1897 chegou a Sapucaí, na divisa com São Paulo, tendo cedido o trecho que chegava a Itapira à Mogiana bem antes disso. Incorporada pela Rede Sul-Mineira em 1910, daí à RMV em 1931, VFCO em 1965 e finalmente à RFFSA em 1975, os trens de passageiros deixaram de circular no final dos anos 1970 e os trilhos foram retirados a partir de 1986.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Ouro Fino foi inaugurada em 1895.

O prédio atual da estação foi construído em 1924.

Na música O Menino da Porteira, de Luizinho e Teddy Vieira, que começa "Toda vez que eu viajava pela Estrada de Ouro Fino/de longe eu avistava a figura de um menino/que corria abrir a porteira depois vinha me pedindo/toque o berrante, seu moço, qu'é pra mim ficar ouvindo..." origina-se dos anos 1950, quando "o gado seguia por trilhas e estradas de barro do interior, em direção às estações ferroviárias, onde era embarcado para os frigoríficos do Rio e de São Paulo. A estrada de Ouro Fino era uma das mais famosas dessas rotas. Na verdade, não era uma, mas várias trilhas, todas desembocando na cidade. A maioria da população brasileira então dormia com as galinhas, como se dizia, pois 35,5 milhões de pessoas (64% dos 52,2 milhões de habitantes de então) estavam na zona rural. Pouco a pouco, ia se processando a fuga do campo, em razão da arrancada industrial engrenada em meados da década. Nessa toada, o transporte do gado passou a ser feito cada vez mais pelos caminhões - alguns já de fabricação nacional, como orgulhosamente se anunciava. Era o começo do fim de um dos personagens mais garbosos da história real do interiorzão brasileiro - o boiadeiro (...)" (Globo Rural, 02/1991).

A reportagem anterior, feita pouco depois do arrancamento dos trilhos da velha Sapucaí em Ouro Fino, nada falava, nada citava, nada mostrava da agonia dos trilhos de então - mas provava que a Estrada de Ouro Fino teve uma importância fundamental para a existência da estação ferroviária da cidade.

A estação foi, depois de fechada, por tempos um posto telefonico e em 2009 foi comprada por particulares, que nela instalaram lojas de malhas. Em 2014 é para o que servia o velho prédio.






















1911
AO LADO: Os maus serviços da V. F. Sapucaí em 1911 também se mostravam na estação de Ouro Fino (O Estado de S. Paulo, 25/12/1911).

ACIMA: Distúrbios em Ouro Fino e outros locais mostram a precariedade dos serviços da Rede Sul Mineira em 1926 (O Estado de S. Paulo, 7/4/1926).

ACIMA: Em plena revolução de 1930, os boatos se espalhavam por todo o Brasil. Até telegramas oficiais circulavam com ordens e desmentidos de ambos os lados - revoltosos e legalistas. Este telegrama foi emitido pelo telégrafo da estação de Ouro Fino em 11 de outubro e foi reproduzido por um jornal paulista, cujo governo estava notadamente contra Minas Gerais na época - e este jornal, também, no caso (Folha da Manhã, 14/10/1930).

ACIMA: Fachada da estação de Ouro Fino, talvez anos 1950 (Autor desconhecido).


(Fontes: Lauro de Camargo Júnior; Paulo César Moreira; Mario Sandrini; Wanderley Duck; Carlos Roberto de Almeida; Nilson Rodrigues; O Estado de S. Paulo, 1911 e 1926; Globo Rural, 1991; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

A estação de Ouro Fino possivelmente na sua inauguração em 1896. Autor desconhecido. Acervo Wanderley Duck

Estação de Ouro Fino, talvez anos 1930. Autor desconhecido. Acervo Wanderley Duck

A estação em 17/03/2002. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação em 17/03/2002. Foto Carlos Roberto de Almeida

Detalhe da fachada da estação em 17/03/2002. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação em 17/03/2002. Foto Carlos Roberto de Almeida

Detalhe da plataforma da estação em 17/03/2002. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação em 08/2006. Foto Nilson Rodrigues

A estação em 2010. Foto Lauro de Camargo Júnior

Como "Pavilhão das Malhas", em 2014. Foto Mario Sandrini
   
     
Atualização: 12.02.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.