A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
RMV - Linha-tronco
...
Tamanduapava
Araxá
Capivara
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2007
...
 
E. F. Oeste de Minas (1926-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1982)
ARAXÁ
Município de Araxá, MG
Ramal Ibiá-Uberaba - km 871,242 (1960)   MG-1240
Altitude: 973 m   Inauguração: 15.11.1926
Uso atual: centro cultural (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Ibiá-Uberaba, ligando o tronco da E. F. Oeste de Minas (depois RMV) à linha do Catalão, da Mogiana, foi aberta em 1926. Funciona até hoje com trens cargueiros, e em 1982 a parte da linha que passava por dentro da cidade de Araxá foi erradicada com a construção de uma variante que margeia a cidade.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Araxá foi inaugurada em 1926 pela E. F. Oeste de Minas, no ramal Ibiá-Uberaba, projetado originalmente pela E. F. Goiaz.

A linha cheia de curvas provavelmente foi construída assim por pressão e por financiamento da prefeitura de Araxá, interessada em facilitar o acesso à cidade onde havia (ainda há) aquele hotel chique e enorme para ricos frequentadores (pelo menos naquela época).

Em 1978/79, o trem de passageiros deixou de existir. Já não era mais necessário, usem o carro! A estação foi substituída em 1982 pela estação de Araxá-Nova, na variante da Arafertil, que passa fora da cidade.

O enorme prédio da estação desativada, dentro da cidade, era em 2007 um centro cultural.

(Veja também ARAXÁ-NOVA)

1927
AO LADO:
Com a abertura do ramal, trens diretos passaram a circular entre a capital mineira e Araxá (O Estado de S. Paulo, 6/9/1927).


ACIMA: Localização da cidade e estação de Araxá, em mapa de 1939 (Revista Brasileira de Geografia, 1940).

ACIMA: Último trem de passageiros em Araxá: segundo o Guia Levi, isto teria ocorrido em algum dia entre abril de 1978 e maio de 1979 (Autor desconhecido - cessão Hugo Caramuru).
ACIMA: O mapa mostra a variante em relação à linha original. Foi uma economia de mais de 4 quilômetros de linha, eliminando a absurda volta para entrar na cidade, que em 1982 já não tinha mais a estação servindo trens de passageiros (Esquema extraído de um boletim da RFFSA, sem data, mas da época da entrega da variante, em 1982).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Ana Maria Giesbrecht; Hugo Caramuru; Adriano Martins; Wanderley Duck; O Malho, 1928; Pimenta, Eleutéio e Caramuru: As ferrovias em Minas Gerais, SEC, 2003; Fernando Picarelli; RMV: Relatório anual, 1940; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1958; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; IBGE: Revista Brasileira de Geografia, 1940)
     

Estação de Araxá em 1928. O Malho, 1/12/1928

A estação em 1940. Relatório da RMV

A estação, foto sem data. Cedida por Wanderley Duck

A estação em 1957. Foto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1958

A estação ainda em atividade, provavelmente anos 1970. Extraída do livro "As ferrovias em Minas Gerais", de Pimenta, Eleutério e Caramuru, SESC, 2003

A estação vista de lado em 1999. Foto Hugo Caramuru

A estação em 02/2004. Foto Fernando Picarelli

A estação em 2006. Foto Ana Maria Giesbrecht

A estação em 31/12/2015. Foto Adriano Martins
     
Atualização: 19.05.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.