A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Herval
Basílio
Cruz
...
Saída para o ramal de Jaguarão:
Carvalho de Freitas

...

Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Southern Brazilian R. G. do Sul Ry. Co. Ltd. (1884-1905)
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1905-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1968)
BASÍLIO
Município de Herval, RS
Linha Cacequi-Maritima - km 991,312 (1960)   RS-0254
Altitude: 50 m   Inauguração: 02.12.1884
Uso atual: diversos (2008)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1884
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha foi construída em partes: pela Southern Brazilian Rio Grande do Sul Railway Company Limited, sucessora de uma série de concessões anteriores, a Bagé-Marítima, em 1884. De Cacequi a São Gabriel, em meados de 1896 e de São Sebastião a Bagé, no final do mesmo ano, ambos pela pela E. F. Porto Alegre-Uruguaiana. Em 1900, a união São Sebastião-São Gabriel completaria o trecho Bagé-Rio Grande. Era uma linha de grande utilidade pois transportava gado e charque para o porto do Rio Grande, apesar de, no final do século 19, ter baixo movimento por causa dos altos preços do frete, dos maus serviços e da interrupção do serviço dos trens pela Revolução Federalista. Os trens de passageiros partiam de Livramento, em outra linha, chegavam a Cacequi e dali até Bagé. Em Bagé, havia que se trocar de trem para chegar a Rio Grande. Uma série de variantes foi entregue entre 1968 e os anos 1980 - Pedras Altas, Três Estradas, Pedro Osório, Pelotas - que encurtaram e melhoraram seu traçado, eliminando diversas das estações originais. Até pelo menos 1981 as linhas ainda transportavam passageiros. Teria ele sido interrompido em 1982 devido ao desabamento de uma ponte em Pedro Osorio; jamais foi retomado, embora um desvio tenha sido construído e até hoje transporte as cargas da linha para o porto de Rio Grande.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Basílio foi inaugurada em 1884.

Na Revolução Federalista de 1894, a estação passou por um longo tiroteio.

O prédio foi aumentado em 1929. Desta estação saía o ramal de Jaguarão, que se unia com uma linha no Uruguai, cruzando a fronteira.

O prédio era em 2008 sede de diversos órgãos, como Casa dos Professores, posto médico e odontológico, Brigada Militar e outros.

Antes disso, em 1968, ficou fora da estação da linha, com a abertura da variante de Pedras Altas. Como da estação saía o ramal de Jaguarão, é possível (há que se comprovar isto) que a estação antiga tenha continuado a operar na nova saída do ramal, passando a fazer parte deste.

A estação foi desativada provavelmente em 1980, quando o ramal de Jaguarão foi desativado. Os trilhos foram então retirados.

(VEJA TAMBÉM BASÍLIO-NOVA)

1893
AO LADO:
A estação de Basilio durante a revolução gaúcha - CLIQUE SOBRE O TEXTO PARA VER TODA A REPORTAGEM (O Estado de S. Paulo, 19/7/1893).
(Fontes: Rui Cunha; Alfredo Rodrigues; Revista Refesa, maio-jun 1968; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Basílio, c. 2002. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 142

A estação de Basílio em 01/2008. Foto Rui Cunha
 
     
     
Atualização: 05.05.2020
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.