A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Esquina
Santa Rosa
...
Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
V. F. Rio Grande do Sul (1940-1975)
RFFSA (1975-1996)
SANTA ROSA
Município de Santa Rosa, RS
Ramal de Santo Ângelo - km 553,950 (1960)   RS-1494
Altitude: -   Inauguração: 12.05.1940
Uso atual: museu e biblioteca (2015)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1940
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Santo Ângelo foi construído pelo Batalhão Ferroviário, e, embora aprovado desde 1895, somente em 1911 foi entregue seu primeiro trecho ligando Cruz Alta, na linha Marcelino Ramos-Santa Maria a Ijuí. Em 1915 chegou a Catuípe, depois a Santo Ângelo (1921), a Giruá (1928) e somente em 1940 atingiu sua extensão máxima, em Santa Rosa. Era chamado de "Ramal de Ouro" por causa da grande quantidade de mercadorias que transportava. Trens de passageiros trafegaram pelo ramal certamente até os anos 1980, e o ramal está concessionado à ALL.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Santa Rosa foi inaugurada em 1940.

De acordo com notícias da época, o ramal deveria se estender até Porto Lucena, localidade à beira do rio Uruguai, na fronteira com a Argentina (ver caixa abaixo). Porém, parou em Santa Rosa, mesmo.

"Eu não lembro das diesel da VFRGS. Eu trabalhei na estação Santa Rosa, no final na linha. Até lá somente chegavam locomotivas a vapor, das quais as maiores eram de numeração 600, tinham 4 cilindros. Milionárias (numeração 1000), a linha não comportava. As diesel vinham até Cruz Alta somente. E que eu lembre, só G-12. Quando modificaram o lastro da linha, para "tração-diesel", já era RFFSA e eu não estava mais na ferrovia" (Milton Gallas do Amaral, 10/2006).

Até pelo menos 1978 ainda foram reportados trens de passageiros até Santa Rosa.

O prédio, em 2004, abrigava o museu e a biblioteca municipais. Os trilhos haviam sido retirados, tendo sido deixados apenas um trecho em frente à estação, onde jazia uma locomotiva de 1909 usada em serrarias (de acordo com a placa ali anexa). Depois de a RFFSA deixar de operar a linha, os trens da concessionária ALL passaram a chegar apenas até Ijuí, não chegando mais a Santa Rosa.

Porém, em maio de 2011, a ALL voltaria a recolher grãos nessa estação, reativando a linha.

Em 2015 a ex-estação sediava o Museu do Município. Os trilhos não chegam mais até ela, sendo que alguns metros foram retirados este ano, porque "atrapalhavam", segundo a Prefeitura.

1927
AO LADO:
Sobre a extensão do ramal até Porto Lucena (O Estado de S. Paulo, 14/8/1927).
(Fontes: Alfredo Rodrigues; Vitor Hugo Langaro; Milton Amaral; Milton Gallas do Amaral; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002; O Estado de S. Paulo, 1927; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 11/02/1996. Foto Alfredo Rodrigues

A estação, c. 2000. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 180

A estação em 11/2007. Foto Milton Amaral

A estação em 11/2007. À frente, uma locomotiva (?) de 1909, segundo a placa, cedida por Irmãos Steffen, e que foi usada em serrarias da região. Foto Milton Amaral

A estação em 11/2007. Foto Milton Amaral

A estação em 11/2007. Foto Milton Amaral

A estação como estava em 17/1/2015. Foto Vitor Hugo Langaro
   
     
Atualização: 11.09.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.