A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
G. Hildebrando
Santa Cruz do Sul
...

Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1905-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1965)
SANTA CRUZ DO SUL
Município de Santa Cruz do Sul, RS
Ramal de Santa Cruz - km 732,073 (1960)   RS-1207
Altitude: 47 m   Inauguração: 15.11.1905
Uso atual: centro cultural (2010)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1905
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de 31 quilômetros ligando a estação de Couto (Ramiz Galvão) a Santa Cruz (do Sul) foi inaugurado em 1905, depois de 34 anos do primeiro projeto feito para essa ligação. Durou até 1965, quando foi desativado.
 
A ESTAÇÃO: Na vila fundada por imigrantes alemães em 1849, e depois de mais de trinta anos de espera, em 1905 foi inaugurada a estação de Santa Cruz como terminal do ramal.

Nos anos 1940, a cidade e a estação passaram a se chamar Santa Cruz do Sul.

Depois de sua desativação com o ramal, em 1965, a estação passou um bom tempo abandonada e ameaçada de demolição, conforme documentos existentes dos anos 1970: "O prédio central da antiga estação, (...) uma edificação superada, que contrasta com o estilo moderno das edificações circunvizinhas (...) constituindo um entrave e uma verdadeira mancha no aspecto urbano. Sem qualquer respeito à simetria e boa ordem que se constata em toda a cidade, aí está o obsoleto e abandonado conjunto da ex-Viação Férrea, comprometendo a bela paisagem da Metrópole do Fumo".

Mas ele sobreviveu à ignorância de alguns, Graças a Deus. Em 2010, restaurada, ele abrigava um centro cultural.

ACIMA: A estação ferroviária de Santa Cruz do Sul, em 2010, tendo à frente um carro Metropolitan (série 100) da antiga Central do Brasil , que, segundo Coaraci Camargo, veio para a VFRGS para fazer o suburbinho para transporte de operários das oficinas de Santa Maria (Foto Felipe Altermann).

(Fontes: Carlos Latuff; Alejandro Tomanoff; Felipe Altermann; Coaraci Camargo; Carlos Cornejo e Eduardo Gerodetti: Lembranças do Brasil - As Ferrovias nos Cartões Postais e Álbuns de Lembranças; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-1981; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, c. 1920. Foto do livro (em preparação) de Carlos Cornejo e Eduardo Gerodetti, Lembranças do Brasil - As Ferrovias nos Cartões Postais e Álbuns de Lembranças

A estação, c. 1920. Foto do livro de Carlos Cornejo e Eduardo Gerodetti, Lembranças do Brasil - As Ferrovias nos Cartões Postais e Álbuns de Lembranças

Acima e abaixo à esquerda, a estação de Santa Cruz, ainda em atividade, sem data. Fotos cedidas por Carlos Latuff

Na época do abandono, anos 1970, a estação corria o risco de ser demolida. Foto cedida por Carlos Latuff

A estação em 2003. Foto Carlos Latuff

A estação em 2003. Foto Carlos Latuff

A estação depois de reformada, em 12/2005. Foto Carlos Latuff

A estação depois de reformada, em 12/2005. Foto Carlos Latuff

A estação em 2014. Autor desconhecido

A estação em 18/2/2017. Foto Alejandro Tomanoff
 
     
Atualização: 16.03.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.