Estações Ferroviárias do Estado do Rio Grande do Sul

Neste Estado, a partir de 1905, as ferrovias foram unficadas sob o nome de VFRGS - Viação Férrea do Rio Grande do Sul. Na época algumas linhas já pertenciam à Cie. Auxiliaire, outras ao Governo; A VFRGS foi entregue à administração desta última, que, por sua vez, passou a fazer parte da Brazil Railways em 1911. Em 1920, a VFRGS passou a ser uma empresa estatal. Em 1957, foi encampada pela RFFSA - Rede Ferroviária Federal, que, em 1969, a transformou em uma de suas Divisões. Hoje, toda a malha ferroviária do Estado (com exceção da Trensurb) está, desde 1996, nas maõs da concessionária ALL - América Latina Logística. Nas páginas das estações, os nomes que aparecem são, ou o concessionário da empresa, ou a própria empresa, quando assumida pelo Estado ou União. É apenas um critério.

Linha Porto Alegre-Uruguaiana (1883-2004)
Linha Barreto-Montenegro (1910-1950)
Variante Barreto-Diretor Pestana (1938-2004)
Variante Barreto-Ramiz Galvão (1962-2004)
Ramal de Santa Cruz do Sul (1905-1965)
Linha General Luz-Passo Fundo (c. 1966-2004)


HISTÓRICO DAS LINHAS:

LINHA PORTO ALEGRE-URUGUAIANA: A E. F. Porto Alegre-Uruguaiana foi aberta como empresa federal em 1883, ligando Santo Amaro (Amarópolis) a Cachoeira (Cachoeira do Sul). Para se ir de Santo Amaro a Porto Alegre utilizava-se a navegação fluvial no rio Jacuí. Em 1898 foi encampada pela Cie. Auxilaire, empresa belga, e em 1905 passou a ser a linha-tronco da VFRGS, ainda administrada pelos belgas. Em 1907, os trilhos atingiram finalmente Uruguaiana, na fronteira com a Argentina. Somente em 1911, a construção da linha Santo Amaro-Barreto-Montenegro possibilitou a ligação da longa linha com a Capital, utilizando-se parte da antiga linha Porto Alegre-Novo Hamburgo. Em 1920, a linha tornou-se estatal novamente. Em 1957 foi encampada pela RFFSA. Durante os seus anos de operação foram construídas algumas variantes, para encurtar tempos e distâncias, eliminando algumas estações de sua linha original. Em 1938, a variante Diretor-Pestana-Barreto diminuiu a linha em 50 km. Em 2 de fevereiro de 1996, deixaram de rodar os trens de passageiros pela linha, que, hoje transporta os trens cargueiros da concessionária ALL desde esse mesmo ano.

LINHA BARRETO-MONTENEGRO: A linha Barreto-Montenegro foi aberta como parte da linha Porto Alegre-Uruguaiana, em 1910 e 1911, ligando essas duas estações e a de Barreto a Ligação (General Câmara) e Santo Amaro (Amarópolis), de forma a que a ferrovia finalmente pudesse lgiar por via férrea Porto Alegre a Uruguaiana, como seu nome dizia já havia mais de trinta anos. Com as mudanças na linha férrea em 1938, o trecho Barreto-Montenegro acabou ficando fora dessa ligação (embora o trecho Barreto-Santo Amaro tenha sido incorporado) sobrevivendo ainda por pouco mais de dez anos com trens de passageiros, que em 1951 já não existiam mais. Em 1956, ainda havia mapas que mostravam a linha como existente. Mais tarde, os trilhos foram retirados.

VARIANTE BARRETO-DIRETOR PESTANA: A variante Diretor Pestana-Barreto foi inaugurada pela VFRGS em 1938 e substituiu o trecho entre as mesmas estações da linha Porto Alegre-Uruguaiana, encurtando-o em cerca de 50 quilômetros.

VARIANTE BARRETO-RAMIZ GALVÃO:

RAMAL DE SANTA CRUZ DO SUL: O ramal de 31 quilômetros ligando a estação de Couto (Ramiz Galvão) a Santa Cruz (do Sul) foi inaugurado em 1905, depois de 34 anos do primeiro projeto feito para essa ligação. Durou até 1965, quando foi desativado.

LINHA GENERAL LUZ-PASSO FUNDO: A linha General Luz-Passo Fundo foi aberta no trecho entrte Roca Salles e General Luz no final dos anos 1960, como continuação da linha Lages-Vacaria-Roca Salles (Tronco Principal Sul); o trecho entre Roca Salles e Passo Fundo parece ter sido concluído no início dos anos 1980. O único trecho por que passaram trens de passageiros foi aquele entre Montenegro-Nova e General Luz, e mesmo assim, apenas até por volta de 1978. Hoje pela linha trrafegam os cargueiros da ALL, que assumiu como concessionária as linhas do Rio Grande do Sul em 1996.
LINHA ORIGINAL VARIANTES RAMAIS
Ildefonso Pinto E. F. do Riacho: Ildefonso Pinto
Riacho
Tristeza
Pedra Redonda
Porto Alegre-original (1874-1910) Porto Alegre-velha (1910-70) Porto Alegre-nova (1970-83)  
Navegantes  
Diretor Pestana  
Standard Vasconcellos Jardim  
Canoas  
Esteio  
Sapucaia  
São Leopoldo  
Rio dos Sinos (saída para a linha de Canela)  
Portão General Luz >>
>> Entroncamento com o Tronco Principal Sul
Azevedo Fanfa  
Pareci  
Montenegro
(saída para a linha de Caxias)
(saída para o Tronco Principal Sul - 1966)



General Neto



 
Fortaleza  
Gil  
 
Barreto
General Câmara Argemiro Dornelles  
Otacílio Pereira  
Amaropolis Luiz Mariano  
Pagador Martel Anibal Pfeiffer  
Monte Alegre Foguista Melo  
Porto dos Dourados Professor Parreira  
João Rodrigues Max Bruhns  
Rua Velha João Maura  
Ramiz Galvão >>
>> Ramal de Santa
Cruz do Sul
Rincão del Rey
G. Hildebrand
Santa Cruz do Sul
Rio Pardo Pederneiras-nova  
Ipê  
Pederneiras  
Lima Brandão Bexiga-nova  
Bexiga  
Ildefonso Fontoura  
Cachoeira do Sul Cachoeira do Sul-nova  
Eng. Aymoré Drummond  
Ferreira  
Pertile  
Jacuí  
Estiva  
Restinga Seca  
Borges  
Arroio do Só  
João Alberti  
Camobi  
Otávio Lima  
Santa Maria >> >> Saída para a linha de Marcelino Ramos
Inspetor Goulart  
Benedito Ottoni  
Leocádio Lopes  
Boca do Monte  
Canabarro  
Parada Linck  
Cesar Pina  
Dilermando Aguiar >> Saída para o ramal de São Borja
Chagas  
São Lucas  
Paula Gomes  
Umbu  
Sobradinho  
Floriano Maidano  
Cacequi >>

Ponte sobre o rio Santa Maria, com 1.200 m de comprimento, entre Cacequi e Entroncamento. Foto Daniel Taschetto em 10/2005.
>> Saída para a linha Cacequi-Rio Grande
Entroncamento >> >> Saída para o ramal de Santana do Livramento
Saican  
Foguista Lacerda  
Itapevi  
Caverá  
Jacaquá  
Dorneles  
Tigre  
Passo Novo  
Palma  
Alegrete >> >> Saída para o
ramal de Quaraí
Vasco Alves
Rivadávia Correa
Severino Ribeiro
Baltazar Brum
Quaraí-mirim
João Marcelino
Quaraí
Capivari  
Inhanduí  
Guassu Boi  
Freitas Vale  
Ibirocaí  
Plano Alto  
Foguista S. Pedroso  
Itajassu  
Carumbé  
Cezimbra  
Pindaí-Mirim  
Saladero Oeste  
Maquinista Xisto Pereira  
Uruguaiana >> >> Entroncamento com a linha Barra do Quaraim-São Borja
   
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.