A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Jafa
Vera Cruz
Lácio
...

Tronco oeste CP-1970

IBGE-1973 - ced. Elly Jr.
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1999
...
 
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1928-1971)
FEPASA (1971-1998)
VERA CRUZ
Município de Vera Cruz, SP (veja a cidade)
Linha-tronco oeste - km 452,532   SP-2957
Altitude: 632,860 m   Inauguração: 30.12.1928
Uso atual: Polícia Militar (2013)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O chamado tronco oeste da Paulista, um enorme ramal que parte de Itirapina até o rio Paraná, foi constituído em 1941 a partir da retificação das linhas de três ramais já existentes: os ramais de Jaú, de Agudos e de Bauru. A partir desse ano, a linha, que chegava somente até Tupã, foi prolongada progressivamente até Panorama, na beira do rio Paraná, onde chegou em 1962. A substituição da bitola métrica pela larga também foi feita progressivamente, bem como a eletrificação da linha, que alcançou seu ponto máximo em 1952, em Cabrália Paulista. Em 1976, já com a linha sob administração da FEPASA, o trecho entre Bauru e Garça que passava pelo sul da serra das Esmeraldas, foi retificado, suprimindo-se uma série de estações e deixando-se a eletrificação até Bauru somente. Trens de passageiros, a partir de novembro de 1998 operados pela Ferroban, seguiram trafegando pela linha precariamente até 15 de março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: Aberta em 1928, no trecho Garça-Marília do então ramal de Agudos, era para se chamar Kentucky, sendo ela o "K" do alfabeto da Paulista. Como o vilarejo já existia com o nome de Patrimônio de Vera Cruz, a pressão da população junto à Paulista fez esta aceitar abrir a estação com o nome que o lugar já tinha. E assim foi, por vários anos.

Em 1979, porém, a estação já estava fechada e servia apenas como ponto de parada - ver foto abaixo de 1991 (Jornal da Tarde, 28/7/1979).

Em 2013 a estação de Vera Cruz estava servindo como sede da Polícia Militar, com uma conservação externa impecável.

ACIMA: A linha entre Duartina e Marília em 1948 (IGC - Instituto Geografico e Cartografico de São Paulo). ABAIXO: Estação (canto direito) e armazém (visto inteiro) em data desconhecida (autor desconhecido).

ACIMA: A estação de Vera Cruz e o trem da Paulista (Autor e data desconhecidas).

ACIMA: A estação de Vera Cruz, em foto publicada em 28 de julho de 1979. Segundo a matéria, a estação ferroviária já estava desativada então (Foto Jornal da Tarde, 28/7/1979). ABAIXO: Trem de passageiros da FEPASA em foto provavelmente dos anos 1990. A estação estaria aberta de novo ou seria apenas uma parada, ou seja, o trem parava quando havia passageiros, mas o prédio não estava aberto? (Foto Vanderley Zago).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Mario Favaretto; Vanderley Zago; Anderson Conte; Silvio Rizzo; Ricardo Frontera; Paulo Cury; Hermes Hinuy; Rafael Correa; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1960; Jornal da Tarde, 1969; Cia. Paulista: relatórios anuais, 1920-69; IGC - Instituto Geografico e Cartografico de São Paulo; IBGE, 1970; Mapas - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Vera Cruz com o trem ao lado, c. 1956. Foto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, IBGE, 1958

Em 1991, passageiros embarcam no trem de passageiros em Vera Cruz. Foto Paulo Cury

A estação já fechada em 09/10/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação (e em 2o plano, o armazem), já fechada em 09/10/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em agosto de 2001. Foto Hermes Hinuy

A estação em agosto de 2001. Foto Hermes Hinuy

A estação e o armazém em 07/2006. Foto Ricardo Frontera

A estação em 11/2007. Foto Ricardo Frontera

Armazem ferroviário de Vera Cruz, em 11/2008. Foto Rafael Correa

A estação em 9/2013. Foto Mario Favaretto

A estação em 24/2/2017. Foto Silvio Rizzo
 
     
Atualização: 25.02.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.