A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1875-1926)
Guanabara
Anhumas
Gety
...

Tronco CM - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2015
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1875-1926)
ANHUMAS
Município de Campinas, SP
Linha-tronco original - km 10   SP-0913
Altitude: -   Inauguração: 03.05.1875
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da Mogiana teve o primeiro trecho inaugurado em 1875, tendo chegado até o seu ponto final em 1886, na altura da estação de Entroncamento, que somente foi aberta ali em 1900. Inúmeras retificações foram feitas desde então, tornando o leito da linha atual diferente do original em praticamente toda a sua extensão. Em 1926, 1929, 1951, 1960, 1964, 1972, 1973 e 1979 foram feitas as modificações mais significativas, que tiraram velhas estações da linha e colocaram novas versões nos trechos retificados. A partir de 1971 a linha passou a ser parte da Fepasa. No final de 1997, os trens de passageiros deixaram de circular pela linha.
 
A ESTAÇÃO: A estação original de Anhumas foi inaugurada com a linha da Mogiana, em 1875. Era ela então uma das "oito estações construídas em alvenaria de tijolo", no tronco e no ramal de Amparo (Relatório do Presidente da Província, 1878). Teria sido este prédio o mesmo que foi desativado em 1926? "Foi construída no km 10, junto ao rio Anhumas e divisas das fazendas dos Quirinos e viúva Rocha" (*RM-26/7/1874). "Em conseqüência da epidemia que reinou nesta cidade durante alguns mezes, vimo-nos obrigado de montar uma officina provisória em Anhumas, que lá funccionou
A curva que fazia a linha entrar no pátio da estação de Anhumas apresentou problemas nos três primeiros anos de funcionamento da linha, por causa de dois acidentes: um "descarrilhamento da locomotiva da locomotiva que rebocava o trem mixto (sic) das 6 horas da tarde em Campinas" na chegada do trem a Anhumas em 24 de abril de 1877. No dia seguinte, "desencarrilhou outra locomotiva na estação das Anhumas; estes dois últimos tiveram lugar por defeito na curva de entrada na estação: foi modificada, melhorando-se o raio da curva; além da demora do trem não houve outro inconveniente" (Relatório do Presidente da Província, 1878).
perto de 3 mezes. Por falta de accomodações naquelle logar tivemos de construir rapidamente uma serie de casas de madeira, cobertas com telhas de zinco, para as famílias dos nossos operários, assim como puzemos á disposição dos mesmos doze vagões cobertos vasios e o armazém de
Anhumas. Apezar de todos os esforços que empregamos para minorar os soffrimentos do nosso pessoal temos de lamentar a perda de 32 operarios das officinas, na maior parte estrangeiros e de alguns trabalhadores da conserva" (Relat. Mogiana, 13/10/1889). Com a retificação de 1926, foi substituída por outra, na linha nova. Foi demolida há muitos anos, mas o seu local original ainda pode ser visto da estação atual, a cerca de 200 metros a oeste desta. (Veja também ANHUMAS-NOVA)
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; José Antonio Vignoli; Relatório do Presidente da Província, 1878; Museu da Cia. Paulista, Jundiaí, SP; Cia. Mogiana: Relatórios anuais, 1872-1930; Cia. Mogiana: Álbum, 1910; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Foto da estação original de Anhumas, c. 1910 - Álbum da Mogiana, Museu de Jundiaí

Esta foto da estação parece ter sido tirada próxima à sua desativação, em 1926. Foto cedida por José Antonio Vignoli

     
Atualização: 16.10.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.